Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Entretenimento

Netflix aumenta cuidado na edição de cenas de abuso de Klara Castanho em série

A série ‘Bom Dia, Verônica’ contará a história de uma jovem estuprada pelo próprio pai; A personagem será interpretada pela atriz

Por Maria Luiza Lira 28/06/2022 10h03
A série ‘Bom Dia, Verônica’ contará a história de uma jovem estuprada pelo próprio pai; A personagem será interpretada pela atriz Foto: Reprodução

A segunda temporada da série da Netflix, “Bom Dia, Verônica”, contará a história de uma jovem estuprada pelo próprio pai. A personagem será vivida por Klara Castanho que, em uma carta aberta, revelou ter sido vítima de violência sexual. Ainda sem data para estreia, a série foi gravada no início de setembro do último ano, antes de ter sido vítima do crime. As informações são do Notícias da TV. 

Na história, a atriz, que virou estrela da Netflix com vários projetos na plataforma, será Ângela, uma menina abusada pelo próprio pai, um líder religioso acima de qualquer suspeita.

Matias é respeitado, casado e pai de uma jovem de 18 anos. O religioso, no entanto, é o grande vilão da série. O personagem abusa da mulher, Gisele (Camila Márdila), e da filha sem levantar nenhuma desconfiança em sua comunidade. Na verdade, ele é uma espécie de herói para seus fiéis.

De acordo com a publicação, a plataforma de streaming terá ainda mais cuidado na edição das cenas que envolvam a personagem. Nenhuma cena explícita do estupro foi gravada.








Você pode gostar