Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Entretenimento

Maior feira de moda plus size da América Latina apresenta festival online de arte e cultura

A primeira edição do evento acontece nos dias 9, 10 e 11 de abril. Moda plus size autoral, workshops de yoga e dança, apresentações de música e debates sobre gordofobia são destaques da programação – que é acessível para pessoas com deficiências

Inspirado na já consolidada feira de moda plus size, que recebe quase 20 mil pessoas de todo o Brasil em suas edições presenciais, o Festival Pop Plus foca, além da moda, na produção artística e cultural. Esta primeira edição online conta com a participação de 13 artistas – entre música e performances, nove marcas autorais de roupa plus size e três debates com temas pertinentes ao universo dos direitos de pessoas gordas. Serão quase 40 horas de programação inteiramente gratuita e acessível para pessoas com deficiência: toda a transmissão será realizada com recursos de áudio descrição e intérpretes de Libras.

Com o avanço da pandemia, Flávia Durante, criadora do Pop Plus, depositou toda sua expertise de quase dez anos na organização do que hoje é a maior feira de moda plus size da América Latina, para a realização do primeiro festival online de moda e cultura com foco em pessoas gordas. “A realização desse festival é uma oportunidade não só para exaltar artistas e profissionais gordes ou para debater assuntos de extrema relevância para a comunidade gorda – que hoje, segundo dados do Ministério da Saúde são quase 20% da população Brasileira -, mas também para que brasileiros de todo o mundo, incluso PCDs, possam não só acompanhar um festival tão único, e aprender com o conteúdo apresentado”, afirma Flávia. As apresentações artísticas e os debates são realizados majoritariamente por pessoas gordas – assim, além de conceder acesso à moda, a marca Pop Plus valoriza e insere em diversos mercados o profissional que por muitas vezes é excluído por ser “fora dos padrões”.

Oficinas

O workshop Yoga para Todes abre a programação do evento. Idealizado por Vanessa Joda, a oficina fomenta práticas de yoga com a valorização da diversidade de corpos; a classe acontece na sexta-feira (09). 

No sábado (10), a instrutora de dança Daylane Cerqueira ministra a Oficina Gostosa: um laboratório de dança sensual com foco em mulheres gordas que busca quebrar barreiras e evidenciar o erotismo na pluralidade dos corpos. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para encerrar o circuito de oficinas, no domingo (11), a bailarina Júlia Del Bianco, da escola de dança Dance For Plus, ensina algumas técnicas de ballet, jazz, contemporâneo e stiletto, com o intuito de, por meio da dança, promover o autoconhecimento e o empoderamento de pessoas gordas.

De toda a programação, os workshops são os únicos eventos onde é necessária uma inscrição prévia via formulário. As oficinas serão transmitidas ao vivo via Zoom e acontecem das 10h às 12h.

Links para inscrição:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

http://bit.ly/oficinadanceforplus

http://bit.ly/oficinagostosa

http://bit.ly/oficinayogaparatodes

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apresentações


Com a curadoria de Flávia Durante, criadora do festival, dança e música de variados estilos têm espaço na programação que conta com shows de rap, pop e hip hop, DJs de diferentes vertentes, apresentações de danças como voguing, flamenco e burlesco, além de performances de drag queens. Na lista de shows, Rap Plus Size se apresenta na sexta-feira (09), Preta Rara no sábado (10) e o pop eletrônico de Marvin no domingo (11), todos às 19h30.

Debates


A gordofobia vai muito além de críticas sobre a aparência de alguém, a estrutura padronizada da sociedade nega direitos básicos como o de ir e vir, de higiene pessoal e outros para as pessoas de corpos “fora do padrão” e é por isso que, o festival apresenta o debate Direito da Pessoa Gorda, que pretende elucidar sobre tudo aquilo que satiriza e inviabiliza a existência do corpo gordo.  Com a participação de Rayane Souza (bacharel em Direito, criadora do Instagram @gordanalei), Keit Lima (ativista), Vanessa Almeida (advogada trabalhista) e mediação da jornalista Jéssica Balbino.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com a mediação de uma das mais renomadas criadoras de conteúdo do universo plus size, a jornalista Ju Romano é mediadora do painel o O Corpo Gordo na Arte e na Cultura Pop, que discute a exclusão e a ridicularização, bem como os estereótipos cômicos, do corpo gordo nos movimentos artísticos e culturais como filmes, teatro e outros. Com a participação das professoras Drika Lucena e Agnes Arruda e dos influenciadores Nadya Gushiken e Gui Venício.


O Futuro da Moda fecha o ciclo de debates do festival. Padronizações da indústria, moda autoral e empreendedorismo, dificuldades e avanços do mercado entre outras questões, serão tema de discussão para a estilista Sky Lindemann, a figurinista e historiadora Salomé Abdala e para a modelo e influenciadora La Robertita, com a moderação da jornalista Heloisa Rocha, do perfil @modaemrodas.


Moda Plus Size

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O mercado está cada vez mais atento com a produção de peças que valorizam a individualidade dos corpos. Com uma demanda crescente, a cada ano surgem novas marcas que abraçam os mais variados estilos. A curadoria competente da pioneira da moda plus size – Flávia Durante, trouxe nove marcas de moda autoral para o evento; moda jovem, slow fashion, moda praia, streetwear, moda íntima e alfaiataria são alguns dos destaques. Veja no site a lista de marcas.

Todo o conteúdo do evento e a programação completa estão disponíveis no site: https://popplus.com.br/festival2021


O Festival Pop Plus é realizado com recursos do ProAC LAB, Programa de Ação Cultural da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. A idealização e curadoria são da Cena Pop Eventos Criativos, de Flávia Durante, e a produção executiva da Linha 3 Produções Culturais.

Sobre o Pop Plus

O Pop Plus é uma feira de moda e cultura plus size que acontece quatro vezes por ano em São Paulo. Na essência do evento estão a moda como identidade e dignidade por meio de discussões e luta por mais direitos, diversidade, representatividade, fomento ao empreendedorismo feminino e familiar, fortalecimento da autoestima e o respeito ao próximo.

Somente em 2019 o Pop Plus levou cerca de 80 mil pessoas aos seus eventos. Em 2020 foi realizado um evento de Verão no pré-Carnaval, que contou com a presença de cerca de 2 mil pessoas. As demais edições de 2020 não aconteceram por conta da pandemia de Covid-19.

O Pop Plus ajudou a levar a pauta da diversidade de corpos, da representatividade gorda e da moda democrática a um alcance nacional, tendo sido destaque na TV, no rádio, nos jornais e na internet. A criadora, Flávia Durante, foi entrevistada em programas como Encontro com Fátima Bernardes, Programa da Sabrina Sato, Globo News, revistas como ELLE, Marie Claire, Claudia, Folha de S. Paulo, Estadão, além de ter sido palestrante em TEDx, REP da Globo e no Teia GNT.

Sobre Flávia Durante
Flávia Durante, 44 anos, é comunicadora, DJ, empresária e ativista pelos direitos das pessoas gordas. Desde 2012 produz o Pop Plus, feira de moda e cultura plus size, com média de público de 12 mil pessoas por evento. Ao longo de quase dez anos tem desmistificado conceitos e conselhos que mulheres (e homens também) vêm ouvindo há décadas em relação à moda e aos corpos gordos. Falando sobre como a moda pode trazer dignidade para pessoas gordas, foi palestrante em 2018 no TEDx Laçador, em Porto Alegre. Foi embaixadora do programa #ElaFazHistória do Facebook. 

Links do Pop Plus

www.popplus.com.br/festival2021

https://www.instagram.com/popplusbr

https://www.youtube.com/popplus

https://www.facebook.com/popplusbr

https://www.facebook.com/groups/popplusgrupo

https://linktr.ee/popplus






Você pode gostar