Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Cinema

Longa-metragem Advento de Maria estará no 54º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Obra fala de forma sensível e natural da aceitação de uma criança trans

Foto|Reprodução

Uma menina transgênero de 11 anos enfrenta as dificuldades e as belezas da fase de transição de gênero nos tempos atuais. Maria, uma criança da periferia do Distrito Federal, nasceu no sexo biológico masculino. No entanto, ela se identifica com o gênero feminino. Católica, frequentadora assíduo de missas, a garota enfrenta, em segredo, as pressões religiosas e familiares que o afastam de sua menina interna. O longa-metragem de drama ficcional Advento de Maria, do premiado diretor e roteirista brasiliense Vinícius Machado, fala de forma sensível de uma transição que visa inspirar jovens, adultos e toda uma geração que ainda está por vir.

E foi devido a essa sensibilidade e ao belo trabalho de equipe que a produção de 1h40 foi selecionada para o 54º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, um dos mais importantes festivais do Brasil, pela Mostra Brasília. Advento de Maria será exibido no dia 11 de dezembro, sábado, às 20h, e ficará em cartaz até o dia 13 do mês na plataforma: innsaei.tv. Gratuito.  Não recomendado para menores de 14 anos.

Filmada em 2019 por uma equipe voluntária, a produção brasiliense foi realizada em 16 intensos dias de filmagem. Na pele da protagonista Maria, a atriz brasiliense Maria Eduarda Maia , de 15 anos, ganhou prêmios de melhor atriz revelação e melhor atriz no OffCine 20 – Festival de cinema independente (prêmios ainda de melhor roteiro, melhor filme, melhor direção, melhor atriz coadjuvante e melhor trilha sonora) e também no 12th International LGBT Film Festival 2021 – Festival Cinemaz, aonde a produção ganhou ainda melhor filme, direção, roteiro, originalidade. O filme foi selecionado, exibido e premiado também em diversos outros festivais nacionais em Fortaleza, Minas Gerais Rondônia e em Festivais  Internacionais na Índia, Polônia. Ainda está com exibição prevista na Alemanha e nos Estados Unidos.

No enredo nada previsível e emocionante, Maria segue enfrentando as dificuldades internas sozinha. Mas, ao conhecer Lena (Júlia Schelle), a nova vizinha, de mesma idade e candomblecista, ela vê seu destino mudar. Lena se torna grande amiga de Maria e essa pura amizade que leva a protagonista a compreender e aceitar o seu verdadeiro eu.

“Este é o meu segundo longa. Trata-se de uma ficção com fortes inspirações em casos brasileiros de crianças trans e as relações com suas famílias. Me atrai muito as questões sociais que atingem as vidas particulares das pessoas. São dilemas e conflitos que, normalmente a coletividade olha com olhos leigos e afastados e não tem ideia do que acontece no cotidiano privado”, destaca o diretor Vinicius Machado.

Segundo o diretor, o filme só deu certo devido à parceria do grupo que topou investir na realização. Neste filme, ele contou com a presença de renomados atores e produtores do Distrito Federal. Vinicius e a assistente de direção Thays Ellinne assinam juntos como Ultravioleta Filmes. As produtoras OF Produções e Macunaíma Audiovisual toparam investir no longa e na temática como realizadores e contaram com Apoiadores como a AICON Ações Cinematográficas e a DOT Cine.

Ainda, os renomados atores de Brasília Maria Eduarda Maia (Maria), Júlia Schelle (Lena), Beta Rangel (Ana), Genivaldo Sampaio (Denis), Adriana Lodi (Juliana), Andrés Cardell (Maicon), Yago Queiroz (Diogo), Danielle Sousa (Alessandra) e Marcelo Pelucio (Pe. Lucas) dão vida a obra.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Serviço: Longa-metragem Advento de Maria estará na 54ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Data:  11 de dezembro, sábado, às 20h. Em cartaz até dia 13 de dezembro

Local: Plataforma: innsaei.tv

 Gratuito

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 Não recomendado para menores de 14 anos.








Você pode gostar