Menu
Kátia Flávia
Kátia Flávia

“Não pedi desculpas e nem ele se desculpou”, Túlio Gadêlha desmentiu Neymar

O Deputado federal publicou um vídeo reagindo a uma nota oficial que foi divulgada pela assessoria do jogador sobre polêmica envolvendo suposto apoio ao projeto que pode abrir caminho para que praias brasileiras sejam privatizadas.

Kátia Flávia

01/06/2024 12h00

O Deputado federal publicou um vídeo reagindo a uma nota oficial que foi divulgada pela assessoria do jogador sobre polêmica envolvendo suposto apoio ao projeto que pode abrir caminho para que praias brasileiras sejam privatizadas.

Gente, o deputado federal Túlio Gadêlha (Rede-PE) publicou um vídeo nas redes sociais na noite desta sexta-feira (31) em que desmente o jogador Neymar Jr. Na última quinta-feira (30), a assessoria de imprensa do atleta divulgou uma nota oficial comunicando que o parlamentar teria pedido desculpas depois de acusá-lo de apoiar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), em análise no Senado, que pode abrir caminho para a privatização de praias no Brasil.

No mesmo comunicado, a NR Sports, empresa de Neymar, afirma que vai processar judicialmente a atriz Luana Piovani, por ter associado o ex-atacante da Seleção Brasileira ao projeto, e ainda disse que que Túlio Gadêlha pediu desculpas ao atleta depois de cometer um “equívoco” no plenário da Câmara dos Deputados, porque o parlamentar havia dito que o atleta havia feito propaganda de um empreendimento “tomando como certa a aprovação desta PEC”.

“O Deputado Túlio Gadelha, que associou inicialmente no Plenário da Câmara os empreendimentos da DUE à PEC 03/2022, já foi acionado, informado em detalhes o equívoco que cometeu e compreendeu perfeitamente a ausência de ligação, seguido de um pedido de desculpas”, diz trecho do comunicado da empresa de Neymar.

Então, Túlio Gadêlha se manifestou nas redes sociais e ressaltou que não houve qualquer pedido de desculpas, desmentindo todo o conteúdo da nota divulgada pela empresa do atleta.

“Nem eu pedi desculpas ao Neymar e nem ele me pediu desculpas. Eu estou falando isso porque o jogador publicou uma nota ambígua dando a entender que existiu um pedido de desculpas entre nós. E isso não aconteceu. Eu também não vou entrar nessa treta do jogador Neymar com a Luana Piovani e o Defante. Até porque a minha treta é outra. É com os senadores e deputados em Brasília que tentam aprovar uma PEC que abre caminho para a privatização das praias no Brasil”, diz o deputado.

“Foi por causa dessa fala [a que fez na Câmara] que um dos sócios do Neymar me procurou e eu o alertei sobre os riscos sociais e ambientais que essa PEC representa. Inclusive, deixamos com ele 5 notas técnicas explicando detalhadamente esses riscos (…) Defender a PEC 3 é um erro. Neymar, não caia nessa”, prosseguiu Gadêlha.

https://twitter.com/choquei/status/1796893915246653543?s=46&t=1zjB7sREAIc1WuKSlhPfVA

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado