Menu
Kátia Flávia
Kátia Flávia

Bella Campos fala sobre sua depressão e desabafa sobre a pressão dos fiscais de corpos alheios nas redes: ‘Vocês adoecem as pessoas’

Kátia Flávia

25/02/2024 17h00

Ao ser questionada sobre uma possível gravidez, a atriz abriu seu coração e fez um desabafo sobre sua saúde mental .

Minha gente, neste último sábado (24), a atriz Bella Campos resolveu colocar as cartas na mesa em relação a sua saúde mental. Em uma mensagem a seus seguidores em seus stories, a artista, que teve destaque como a Muda de “Pantanal” (2022) e como a Jenifer de “Vai na Fé” (2023), ambas na TV Globo, confessou ter sofrido com um quadro de depressão no ano passado.

Esse desabafo de Bella veio à tona depois de um comentário nas redes sociais, questionando se ela estaria grávida por causa de uma foto em que ela aparecia com a barriga um pouco saliente. “Qual é o fenômeno que explica sempre em foto de mulher vocês falarem isso? É uma tal de fiscalização do corpo alheio que olha…”, escreveu.

“Eu vejo uma galera cobrando tanto corpos reais e beleza natural na internet, mas quando vocês veem corpos reais vocês não sabem lidar com isso”, reclamou nos stories do Instagram. “Nada mudou, vocês adoecem as pessoas com a doença da cabeça de vocês!”

Em seguida, Bella deu mais detalhes sobre o que viveu nesse período difícil. “Todas as vezes em que estive extremamente magra era porque eu estava doente”, afirmou. “[No] ano passado, tive a crise de ansiedade mais forte em toda a minha vida, passei por momentos depressivos e não conseguia me alimentar de jeito nenhum, é isso que vocês querem aplaudir?”

E continou dizendo… “Hoje a minha barriga está assim porque eu estou comendo muito bem, estou em paz graças a Deus e comemorando as minhas vitórias com muita comida boa, cerveja e tudo o que tenho direito. O dia que eu estiver grávida e quiser falar para vocês eu vou falar. Fora isso, olhem para si e deixem os outros viverem em paz”.

A artista ainda fez uma publicação sobre o assunto. “Poucas pessoas sabem, mas eu tive um quadro de depressão do começo ao meio do ano passado”, relatou. “Poucas pessoas estiveram do meu lado nesse momento, eu não tinha ninguém da minha família nem tantos amigos por perto.”

“Alguns achavam exagero ou só que eu tava cansada de tanto trabalho, mas a verdade é que foi horrível, eu não conseguia sentir nenhum tipo de emoção, vivia em constante ansiedade, tava apática, famoso: xoxa, capenga e manca!”, comentou.

Porém, ela disse estar melhor. “Eu só estou falando isso aqui agora porque isso passou, eu tirei forças do fundo do meu útero, do fundo da minha alma, de onde eu achava que nem conseguiria mais tirar e não desisti”, afirmou. “Não desisti de mim, não desisti dos meus sonhos, não desisti da minha felicidade e hoje eu estou vivendo a minha vida do jeitinho que eu sempre quis, do jeito que é melhor para mim.”

Ela ainda citou a pressão que sofre por ser uma pessoa pública. “Algumas coisas bobas da vida de qualquer mulher adulta, solteira e independente acabam virando notícia e ganhando muitos palpites, mas quer saber de uma coisa?”, escreveu. “Quando eu estava na merda, ninguém nem sequer sabia, agora que eu estou feliz pra caralho eu vou viver a minha vida como eu bem entender, pagar minhas contas, cuidar da minha família, fazer muito bem o meu trabalho e usufruir de todas as minhas conquistas.”

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado