Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Entretenimento

Joseph Quinn, o Eddie de ‘Stranger Things’, conta tudo sobre ‘Master of Puppets’

Joseph Quinn está no Brasil para divulgar o final da quarta temporada da série e diz ter comido mandioca com mofo

Por FolhaPress 06/07/2022 4h53
Joseph Quinn na quarta temporada da série “Stranger Things” – Divulgação

LEONARDO SANCHEZ
SÃO PAULO, SP

Depois de Kate Bush ser homenageada no primeiro volume da quarta temporada de “Stranger Things”, com “Running Up That Hill” tendo uma participação importante na trama, o Metallica foi o escolhido da vez para embalar um dos momentos mais impactantes do segundo volume da série, lançado na semana passada.

Na cena, o personagem de Joseph Quinn, Eddie, empunha uma guitarra e toca “Master of Puppets” no Mundo Invertido, criando uma distração para que uma horda de morcegos sobrenaturais e raivosos não ataque seus amigos, preocupados em matar o vilão Vecna.

No Brasil para divulgar os últimos episódios de “Stranger Things”, Quinn disse que comprou uma guitarra e reaprendeu a tocar o instrumento enquanto se preparava para o grande momento do personagem.

“Eu me lembro de ler o roteiro e pensar que aquilo era tão inventivo, algo completamente maluco. Eu ensaiei muito, até comprei a imitação de uma Fender que não era nada sexy”, disse o ator na manhã desta quarta (6), num dos hotéis mais caros da região sul de São Paulo, onde desembarcou no dia anterior. “Eu aprendi a tocar guitarra quando era muito jovem, mas não tocava há tempos.”

Batizado a partir do mascote do grupo Iron Maiden e dono de um visual metaleiro, Eddie –e sua longa cabeleira– chegaram na série apenas nesta temporada, fazendo um contraponto interessante aos gostos mais pop e mainstream dos personagens que estão em “Stranger Things” desde o começo.

Na vida real, Quinn nunca foi exatamente fã de heavy metal, gênero que “não falava a sua língua”. Mas ele conta que aprendeu a gostar de Metallica, Iron Maiden e companhia justamente enquanto gravava a série, que fez até piada com o morcego que teve um pedaço arrancado por uma mordida de Ozzy Osbourne nos anos 1980.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sua jornada na trama começa quando ele se torna o principal suspeito de várias mortes macabras na cidadezinha de Hawkins. Inocente, ele foge, mas não sem antes atiçar a ira dos garotos populares e ultracristãos do colégio, que estão crentes que seu grupo de “Dungeons & Dragons”, RPG popular da época, na verdade é uma seita satanista.

“O fundamentalismo sempre vai ser um grande problema. Nós vivemos em tempos em que pessoas que pensam diferente não conseguem ter uma conversa, mas ter opiniões contrárias é justamente a fundação da democracia”, diz sobre os paralelos da série com o mundo exterior.

Quinn aproveita o que deve ser sua última viagem de divulgação de “Stranger Things”, já que –e atenção para o spoiler–, seu personagem foi impiedosamente atacado pelos morcegos sobrenaturais do Mundo Invertido e morreu nos braços de Dustin, num dos ápices emotivos do final da temporada. Para encerrar a turnê, foi ao restaurante Dom, onde provou o prato de mandioca com mofo branco e mel do chef Alex Atala.

O ator conta que embarcou em “Stranger Things” já sabendo que o personagem tinha seus dias contados, fato que se espalhou pelo resto do elenco já no começo das filmagens. Nem por isso deixaram de incluí-lo no que ele chamou de uma grande família.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Eu estou feliz por ter tido essa experiência. É uma série que faz sucesso porque fala do quanto dependemos uns dos outros. A vida é difícil, seja porque você está passando por um término ou tentando matar o Vecna, então você precisa de amigos por perto. É uma verdade universal.”
*
STRANGER THINGS (4ª TEMPORADA)
Quando: Disponível na Netflix
Classificação: 16 anos
Elenco: Millie Bobby Brown, Winona Ryder e David Harbour
Produção: EUA, 2022
Criação: Matt Duffer e Ross Duffer








Você pode gostar