Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Celebridades

Thiago Gagliasso é condenado a pagar R$ 10 mil por fake news

Em suas redes sociais, ele acusou a mãe de um jovem que foi assassinado numa chacina do Jacarezinho de posar com um fuzil

Por FolhaPress 04/07/2022 11h12
Em suas redes sociais, ele acusou a mãe de um jovem que foi assassinado numa chacina do Jacarezinho de posar com um fuzil Foto: Reprodução

Irmão bolsonarista do ator Bruno Gagliasso, Thiago Gagliasso, 33, foi condenado pela Justiça do Rio de Janeiro a pagar R$ 10 mil de indenização por danos morais para Adriana Santana de Araújo Rodrigues. Em suas redes sociais, ele acusou a mãe de um jovem que foi assassinado numa chacina do Jacarezinho de posar com um fuzil.

Porém, a foto não é de Adriana e, agora, ela ganha o processo. A informação já havia sido desmentida pela polícia na ocasião, mas reiterada por Gagliasso. Apesar de vencer a ação, o advogado de Adriana, João Tancredo, considerou o valor muito baixo e um estímulo para novas mentiras.

Pelas redes sociais, Thiago Gagliasso compartilhou a manchete sobre a notícia e ironizou. “Bom dia pra quem acordou condenado e sequer foi notificado do processo. Obrigado pela divulgação”.

Thiago não tem contato com Bruno Gagliasso desde 2018, quando começaram a ter desavenças por política. Ele também não tem uma relação agradável com a mulher do irmão, Giovanna Ewbank, quem já considerou uma pessoa difícil de lidar. Em outubro de 2018, Thiago resolveu expor publicamente uma briga com a cunhada na internet. Tudo por discordâncias políticas.








Você pode gostar