Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Celebridades

Hospital nega acesso ao prontuário de Klara Castanho para Conselho de Enfermagem

O hospital alega que não pode passar informações sem a autorização prévia da paciente, de acordo com o Conselho Federal de Medicina

O hospital alega que não pode passar informações sem a autorização prévia da paciente, de acordo com o Conselho Federal de Medicina Foto: Reprodução

A unidade de saúde que atendeu Klara Castanho, Hospital Brasil, no período de sua gravidez, teria negado o acesso do Conselho de Enfermagem (Coren-SP) ao prontuário médico com informações da atriz, já que a organização de classe está investigando condutas inadequadas de profissionais da enfermagem no caso.

O hospital afirma que não pode passar informações para o Conselho sem a autorização prévia da paciente, de acordo com o previsto em resoluções do Conselho Federal de Medicina (CFM) e no Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem. A informação foi anunciada pelo Conselho de Enfermagem nas redes sociais.

“O Coren-SP informa que solicitou o prontuário de atendimento da atriz vítima de vazamento de informações sigilosas ao hospital onde ela foi atendida, mas o acesso ao documento foi negado ao conselho pela instituição sob a justificativa de necessidade de autorização prévia da paciente, seguindo o previsto em resoluções do Conselho Federal de Medicina (CFM) e no Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem”, informou.

“Desta forma, o Coren-SP se põe à disposição da atriz, caso isso seja de sua vontade, para orientação quanto aos procedimentos para encaminhamento de apuração da conduta dos profissionais de enfermagem que a tenham atendido ou de autorização para acesso ao prontuário.”, diz o Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo.








Você pode gostar