Menu
Entretenimento

Anitta ligou duas vezes para Lula meses atrás antes de declarar apoio, diz coluna

Em maio, Anitta teria conversado por telefone com Lula por meio de uma ligação ao telefone de Janja, mulher do petista

FolhaPress

12/07/2022 19h09

Foto|Reprodução

Apesar da posição marcada contra o presidente Jair Bolsonaro (PL), Anitta ainda não tinha declarado seu voto nessas eleições até pouco tempo. Foi na última segunda-feira que ela finalmente escreveu no Twitter que seu voto neste ano seria em Lula. E mesmo que semanas atrás tenha postado que estava em busca do “meio termo”, Anitta conversou por telefone com ex-presidente há dois meses.
A informação foi revelada pela coluna de Malu Gaspar, no jornal O Globo.

Em maio, Anitta teria conversado por telefone com Lula por meio de uma ligação ao telefone de Janja, mulher do petista. A conversa rápida teria servido para que ela dissesse que havia decidido apoiá-lo nessas eleições, segundo relatos de aliados do ex-presidente.

Depois, Anitta, Lula e Janja teriam voltado a conversar, ocasião em que a cantora disse que oficializaria seu apoio nas redes sociais. Além disso, ela teria deixado claro a Lula que não tinha votado no PT em 2018 –quando ela publicamente apoiou o movimento “Ele Não”, contra Bolsonaro. Foi um ano em que ela, mesmo sob pressão dos fãs, decidiu não revelar o seu voto.

Essa ideia repercutiu no texto postado por ela ontem: “Não sou petista e nunca fui. Mas este ano estou com Lula e quem quiser minha ajuda pra fazer ele bombar aqui na internet, TikTok, Twitter, Instagram é só me pedir que estando ao meu alcance e não sendo contra lei eleitoral eu farei.” A declaração foi retuitada pelo perfil de Lula, que complementou –”Vamos juntos envolver o Brasil!”.

A coluna cita ainda que, por não responder aos tuítes de Anitta nas redes sociais –como fez Bolsonaro diversas vezes, mesmo em tom de ironia–, o petista teria perdido a chance de gerar mais engajamento com o público jovem.

“Pois muito que bem. Eu havia falado aqui nas redes que não apoiaria Lula nas eleições por querer algo novo e diferente para que o Brasil experimente um meio termo entre os ideais da população dos dois lados e realmente pudesse tentar algo diferente do que já tivemos no passado”, escreveu ainda Anitta na segunda-feira. Classificou ainda a postura de Bolsonaro como “extremamente agressiva e antidemocrática”, o que a teria deixado sem opção –”É Lulalá… Seus burros, agressores, autoritários e violentos”, completou, se referindo à morte do petista Marcelo Arruda na madrugada de domingo.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado