fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Concursos & Carreiras

Santa Maria recebe curso gratuito de inclusão digital para idosos

Promovidas pelo Ifab, aulas devem ajudar os idosos a acessar aplicativos de bancos, utilizar redes sociais, entre outras atividades

Avatar

Publicado

em

Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

O que para algumas pessoas parece ser simples responder uma mensagem no celular, acessar uma rede social ou realizar consultas e pagamentos pelos aplicativos de bancos, para algumas pessoas idosas é um grande obstáculo, e as vezes até perigoso.

Foi pensando em promover acessibilidade digital para as pessoas idosas que o Instituto Família Brasil (Ifab) criou o curso de Inclusão Digital da Terceira Idade. É um curso que visa capacitar gratuitamente pessoas idosas na região de Santa Maria no mês de janeiro.

O curso terá duração de 2 semanas e é destinado para pessoas com idade acima de 60 anos residentes de Santa Maria e Entorno Sul (Novo Gama-GO, Valparaíso de Goiás-GO, entre outras). As aulas terão início no dia 20 de janeiro e será ministrado das 8h30 às 11h30 na sede do Ifab, que fica localizada na QC 03 lotes 21/23, no Residencial Santos Dumont, Santa Maria/DF. As inscrições são feitas na sede do Ifab.

Sede do Ifab, em Santa Maria. Foto: Divulgação

De acordo com um dos coordenadores do projeto, Ircley Oliveira, a iniciativa visa utilizar a tecnologia em favor da sociedade para proporcionar uma vida melhor para as pessoas idosas. “Percebemos que, com a inclusão digital, as pessoas podem sanar a ociosidade que atingem muitos idosos que se aposentaram. As pesquisas até mostram que essa ociosidade é prejudicial e tem levado muitas pessoas a terem problemas”, afirma o coordenador

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Através do trabalho voluntário, nós vamos ensinar os idosos a utilizarem os seus celulares, mas não só isso. Nós iremos ensinar a utilizar redes sociais, como Instagram e Facebook, da melhor maneira. Também iremos ensinar a criar e-mail pessoal e colocar em prática a criação de um grupo para facilitar a comunicação”, explica.

Ircley tem a expectativa de que as pessoas idosas possam desfrutar da tecnologia, a ter mais contatos com parentes que hoje não têm relacionamento a muito tempo, aprender a fazer pesquisas, ler principais notícias do mundo de forma gratuita e muitos mais benefícios.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade