Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Um dos suspeitos do grupo acusado de dar 22 facadas em jovem é preso

A polícia está trabalhando para prender os demais envolvidos. O jovem, vítima de homofobia, foi esfaqueado 22 vezes em Brazlândia por um grupo

Publicado

em

Foto: Divulgação/PCDF
Publicidade

Da Redação
redacao@grupojbr.com

Nesta sexta-feira (8), a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio de investigadores da 18ª Delegacia de Polícia (DP) de Brazlândia, prenderam um dos homens suspeitos de esfaquear Felipe Augusto Correia Milanez, 23 anos. 

A polícia está trabalhando para prender os demais envolvidos. O jovem, vítima de homofobia, foi esfaqueado 22 vezes em Brazlândia por um grupo. Foi preso Gustavo de Sousa Marreiro, 19 anos, suspeito de ser um dos participantes. 

A polícia procura, agora, Jean Lima da Silva, 20, e Rickelmy Martins Batista de Carvalho, 18. Acredita-se que os dois foragidos também agrediram Felipe em 7 de outubro. Os menores, que supostamente estão envolvidos, estão sendo procurados pela Delegacia da Criança e do Adolescente II (Ceilândia). 

As diligências em busca dos envolvidos começaram logo no dia do ataque. A conversa com a vítima, no entanto, demorou por causa do estado de saúde do jovem. Gustavo foi preso em decorrência de mandado de prisão preventiva solicitado pela 18ª DP.


A PCDF disponibiliza dos seguintes meios para recebimento de denúncias:

 


Você pode gostar
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *