fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Polícia acaba com laboratório de ecstasy

Local funcionava na Ceilândia. Foram apreendidos diversos tipos de drogas

Willian Matos

Publicado

em

Foto: Divulgação/PMDF
PUBLICIDADE

Willian Matos
[email protected]

A polícia Militar do DF (PMDF) desarticulou um laboratório de ecstasy que funcionava na QNR 2, em Ceilândia. Os responsáveis pelo espaço são suspeitos de abastecer toda a região, além de outras cidades do DF.

Os policiais chegaram ao local após uma denúncia anônima. Assim que encontraram a casa, viram um motociclista saindo dali. Com ele, havia maconha e alguns comprimidos de substância que, segundo a PMDF, possivelmente se tratava de ecstasy.

Na residência, os militares encontraram insumos e todo o maquinário para a fabricação do ecstasy, 900 selos de LSD, 270 comprimidos de arrebites, 200 gramas de skunk, duas pedras de metanfetamina e R$ 4,5 mil em espécie. Toda essa apreensão confugira um prejuízo de aproximadamente R$ 40 mil ao responsável pelas substâncias.

Um militar que atuou na ocorrência explica, na legenda da foto abaixo, como a fabricação acontecia. Veja:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
“Esse cilindro de alumínio tem dois pinos (à direita). Ele coloca um deles na parte de baixo, coloca a matéria-prima dentro desse buraco e introduz o outro pino pela parte de cima e bate com um martelo até prensar. Quando ele tira os pinos, o comprimido tá feito.” Foto: Divulgação/PMDF

Os suspeitos foram levados à 24ª Delegacia de Polícia (Setor O).




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade