Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Paulo Capeta: ladrão que atacou loja do Flamengo no DF é especializado em roubos a lojas esportivas

Publicado

em

Tácio Lorran
[email protected]

Paulo Henrique Ramos Barbosa, mais conhecido como Paulo Capeta, 27 anos, está na mira da Polícia Civil do DF (PCDF) após cometer mais de 25 roubos no DF. Apenas neste ano, o criminoso já furtou cinco lojas de artigos esportivos.

O saldo de arrombamentos praticados por Paulo Capeta sama dois ataques a uma mesma loja do Flamengo, dois furtos à loja Grande Torcida e outro contra uma loja do Corinthians – todas na Asa Sul. O último ataque ocorreu no domingo (21).

Os produtos furtados ainda não foram identificados pela polícia, mas equivalem a um alto valor – considerando a subtraída e o preço de venda do mercado formal.

Furto na loja do Corinthians realizado nesse domingo (21). Foto: PCDF/ Divulgação

O delegado-chefe adjunto da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), João Ataliba Neto, explica que o criminoso tem passagens pela polícia quando ainda era menor de idade. “Desde 2011, ele é investigado por crimes na Asa Sul, principalmente furtos em comércios, e está se especializando em arrombar lojas de material esportivo, na maioria das vezes em período noturno”, diz.

Segundo as investigações, Paulo Capeta chegou a agir tanto em grupo como sozinho. “Ele aproveita a pouca fiscalização do horário noturno e acaba cometendo esses crimes. Hoje em dia ele não importa se está sendo monitorado ou registrado”, explica o delegado.

O criminoso já foi preso em flagrante duas vezes e está em regime de prisão domiciliar, apesar de ainda cometer vários furtos. “É uma pessoa que não pode ficar em liberdade”, diz Ataliba. “Após prendê-lo, vamos deixá-lo no cárcere por um bom tempo”, promete.

Paulo Capeta possui exatas 30 ocorrências policiais em seu nome. Foto: Tácio Lorran

O criminoso

Paulo Capeta tem 27 anos e possui diversas passagens pela polícia. Em seu nome, já foram registradas 30 ocorrências policiais e 27 inquéritos com indiciamento – sendo 26 desses na 1ª DP. “Ele começou com um furto de bicicleta, quando ainda era adolescente; teve outras passagens como menor de idade e depois partiu para o furto em comércio”, conta Ataliba.

Foto: PCDF/ Divulgação

A PCDF continua procurando pelo criminoso. Os comparsas dele, que atuaram aleatoriamente durante os crimes, estão em processo de identificação pelos investigadores. Durante o feriado, a Polícia Civil mobilizou agentes para tentar pegar Paulo Capeta no flagra, mas a operação não teve sucesso.

“A polícia não está parada. A gente tem mandado de prisão contra o Paulo e infelizmente ele ainda não foi encontrado nos endereços fornecidos”. A corporação acredita que o criminoso more em Santo Antônio do Descoberto, mas não descarta a possibilidade de outros locais.

“Por ser autor de crimes, ele não fica muito tempo no mesmo local. Então, quando a gente chega no endereço fornecido, ele já não se encontra lá”, explica o delegado.

Paulo Capeta é denunciado por furto, furto qualificado, tentativa de furto e formação de quadrilha. A PCDF pede a toda a população que denuncie caso saiba de alguma informação. O número para denúncias é o 197. O sigilo é garantido.


Você pode gostar
Publicidade