Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Minutos depois de matar namorada na Estrutural, jovem se declarou nas redes sociais

Publicado

em

Raphaella Sconetto
[email protected]

Menos de uma hora depois de matar a namorada a facadas e ferir a cunhada, Ricardo Rodrigues Souza Lopes, de 21 anos, postou uma foto nas redes sociais em que aparece ao lado de Natacha Cristina Rocha dos Santos, 22. A jovem chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros no Guará, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no quartel. A irmã dela, Natânia Aparecida Rocha dos Santos, de 21 anos, foi encaminhada ao Instituto Hospital de Base. O homem ainda estava foragido até a publicação desta reportagem.

Na postagem, o suspeito escreveu que amava a namorada. “Com ela minha vida muda te amo princesa (sic)”. Na frente da casa das mulheres, as marcas de sangue permaneciam no chão mesmo horas após o crime. O Jornal de Brasília esteve no local, mas, abalados, familiares não quiseram se pronunciar. 

Segundo o delegado-chefe da 8ª Delegacia de Polícia, Rodrigo Bonach, Natacha e Ricardo não namoravam mais, mas o relacionamento ainda era mal resolvido. O suspeito possui apenas uma passagem pela polícia por uso de drogas.

Sem médico

Segundo a polícia, as irmãs foram socorridas por um homem que passava de carro e as avistou ensanguentadas. Ele as levou ao Hospital Regional do Guará (HRGu), mas foi informado de que não havia médico. As vítimas só conseguiram socorro no quartel do Corpo de Bombeiros. Natacha não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

De acordo com a Polícia Militar, o homem que prestou socorro disse aos policiais que o possível autor seria o marido de Natacha e que teria agido por ciúmes.

Segundo o Corpo de Bombeiros, Natânia levou três facadas, sendo uma no pulso e outras duas profundas na perna direita. Ela foi atendida e transportada para o Instituto Hospital de Base. Natacha, porém, chegou ao quartel com um corte acima do peito, do lado direito, e já estava com os batimentos cardíacos fracos. Diante do estado de saúde, os bombeiros iniciaram as manobras para restabelecer os sinais vitais. Após 20 minutos de tentativas, a vítima não respondia aos estímulos e uma médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou o óbito.

A 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) foi acionada para retirar o corpo e fazer o registro do boletim de ocorrência.

Natacha tinha 22 anos e morava na Chácara Santa Luzia. Foto: Reprodução


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Publicidade