fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Gustavo Medeiros é reeleito em Formosa com 37,4% dos votos válidos

Brasiliense, Medeiros passará mais quatro anos à frente da cidade, a menos dependente do DF entre os municípios do Entorno

Olavo David Neto

Publicado

em

Foto: Reprodução/Redes Sociais
PUBLICIDADE

O atual prefeito Gustavo Medeiros foi reeleito em Formosa para mais quatro anos de mandato. O gestor conteve a onda do coturno, que levou três militares à corrida eleitoral na cidade. Um deles, o sargento Bueno Hernany (Solidariedade), da Polícia Militar goiana, foi o segundo colocado, com 27,6% dos votos. Ao Jornal de Brasília, o gabinete do prefeito afirmou que continuará no cargo prometeu diálogo com o Governo do Distrito Federal para amenizar os efeitos sentido pelos cerca de oito mil trabalhadores formosenses empregados no Distrito Federal.

O número, aferido pela Companhia de Planejamento (Codeplan) entre 2017 e 2018, é da última Pesquisa Metropolitana por Amostra de Domicílios (Pmad), que se debruçou sobre a dinâmica nos arredores de Brasília. “Nós exportamos mão de obra a capital há bastante tempo, e Formosa ainda é vista pela Codeplan como a mais independente do Entorno do DF”, disse ao JBr. a comunicação da candidatura.

Brasiliense, Gustavo Medeiros ainda prometeu se debruçar sobre os cerca de quatro mil cidadãos da cidade que buscavam atendimento médico no no Distrito Federal. Além disso, afirmou que se focará em levar as empresas até o que lhe cabe do Entorno. “O município finalmente conseguiu as licenças ambientais para instalação de grandes empresas/fábricas no município”, declarou.

Alinhado ao governador Ronaldo Caiado (DEM), Medeiros conta com o apoio da gestão estadual para permanecer na gestão do município. No ano marcado pelo isolamento e pela contagem de corpos vítimas do novo coronavírus, Formosa não chegou a ver campanhas de maneira mais contundente nas ruas. A cidade entrou no circuito da covid-19 na segunda quinzena de abril – segundo a plataforma Salvando Todos, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) -, mas foi a partir de agosto que houve a escalada de casos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De 685 infecções registradas no início do oitavo mês, a cidade saltou para 2.230 confirmações da doença até 31 de setembro. Desde o final de outubro, porém, há uma estagnação no número de registros, que estacionaram em 2.829 no início de novembro. Conforme a última atualização da Salvando Todos, foram 66 mortes pela enfermidade global em Formosa, que conta com 17 respiradores.

Renovação

Em entrevista a uma rádio local, Hernany parabenizou o adversário pela vitória, mas atentou: “nasce uma nova oposição em Formosa”. Além dos opositores, Medeiros terá pela frente um Legislativo profundamente renovado. Apenas cinco dos 19 vereadores conseguiram a reeleição.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade