fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Amigo de jovem suspeito de tráfico de cobras é preso

Gabriel Ribeiro, também estudante de veterinária, estaria atrapalhando as investigações da Polícia Civil desde que o caso veio à tona

Willian Matos

Publicado

em

Foto: Divulgação/PCDF
PUBLICIDADE

O amigo de Pedro Henrique Santos Krambeck Lehmkul, estudante suspeito de tráfico de animais silvestres, foi preso pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (22). Gabriel Ribeiro é suspeito de ocultar provas da suposta ação criminosa.

Segundo a 14ª Delegacia de Polícia (Gama), responsável pelo caso, há indícios de que o jovem está tentando inviabilizar o trabalho das autoridades desde que Pedro Krambeck foi picado. Foi Gabriel quem escondeu a naja e só devolveu horas depois da picada, quando a deixou em uma caixa atrás do shopping Pier 21.

A suspeita de tráfico veio à tona após Pedro ser picado por uma Naja Kaouthia, cobra originária da Ásia. Pedro ficou em coma por cinco dias e só foi curado porque o Instituto Butantan, em São Paulo, tinha uma única dose do antídoto usado em casos de picada deste tipo de serpente. Depois do caso, o instituto encomendou mais doses junto a órgãos do exterior.

Após a naja ser descoberta, outras 17 cobras pertencentes a Pedro foram encontradas em um haras em Planaltina-DF. A 14ª DP trabalha para saber como as serpentes chegaram ao Brasil. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade