Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

UTI: leitos públicos respiram com 83% de ocupação

Até o momento da publicação desta reportagem, 78 pacientes aguardam leito de UTI na capital. Desse total, 15 são pessoas com suspeita ou confirmação de Covid-19

Por Guilherme Gomes 22/06/2021 8h36
Foto: AFP

Nesta terça-feira (1º), a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) está em 83,33% nos hospitais públicos do DF. Isso porque trinta e cinco leitos estão vagos, de acordo com a última atualização do InfoSaúde-DF, feita às 08h25. Das vagas disponíveis, apenas trinta e um são para pacientes adultos

A situação nos hospitais particulares é um pouco melhor e segue na estabilidade. A taxa de ocupação dos leitos de UTI gerais está em 82,71%. As UTIs Covid-19 permanecem com 81,15%. Quarenta e oito leitos estão disponíveis, todos para pacientes adultos.

Lista de Espera

Até o momento da publicação desta reportagem, 78 pacientes aguardam leito de UTI na capital. Desse total, 15 são pessoas com suspeita ou confirmação de Covid-19.

Covid-19 no DF

O Distrito Federal (DF) registrou, nas últimas 24 horas, 795 novos diagnósticos de covid-19. Desde o início da pandemia, 423.833 pessoas já foram infectados na capital e, até segunda-feira (21), 8.768 casos estavam ativos.

As regiões com mais casos confirmados são Ceilândia (47.038), Plano Piloto (40.722) e Taguatinga (33.667) . Nas últimas 24 horas foram registrados cinco óbitos.

Do total de 423.833 mil casos, 9.113 (2,1%) faleceram em decorrência de complicações causadas pelo vírus e 405.952 (95,8%) estão recuperados. Do total de óbitos, 776 eram moradores de outros estados.

Com relação ao local de residência dos casos, 372.399 (87,9%) residem no DF e 30.731 (7,3%) residem em outras Unidades Federadas (UF), sendo que os municípios do entorno respondem pela maior proporção dos casos de outras UF.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Vacinação na capital

O governador Ibaneis Rocha usou as redes sociais nasegunda-feira (21) para anunciar que grávidas e puérperas serão incluídas nos grupos prioritários de vacinação. Segundo Ibaneis, este grupo começará a ser vacinado na próxima quinta-feira (24).

“Com muita alegria posso anunciar que iniciaremos na quinta-feira a vacinação de grávidas e puérperas”, escreveu Ibaneis. Este grupo poderá se cadastrar no site vacina.saude.df.gov.br a partir das 15h desta segunda (21). O agendamento, no entanto, começa apenas na quarta (23), também às 15h. A vacinação começa às 14h de quinta (24).

Segundo Ibaneis, o Ministério da Saúde ainda não enviou doses para este grupo, mas o governo “remanejou 2.400 doses que não foram aplicadas na semana passada”. Atualmente, a Secretaria de Saúde tem no estoque cerca de 35 mil doses destinadas para primeira dose.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar