Brasília

Socioeducandos do DF são classificados no Enem

Agora, os jovens seguem as novas etapas em direção ao ensino superior

Foto: Vitor Mendonça/ Jornal de Brasília

Os jovens que pertencem ao Sistema Socioeducativo do Distrito Federal e conseguiram se classificar no Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade e Jovens sob medida Socioeducativa (Enem PPL) continuam e vão disputar vagas no Sistema de Seleção Unificado (SiSU), no Programa Universidade Para Todos (ProUni) ou no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

O resultado foi divulgado, nesta semana, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Ao todo, o sistema socioeducativo contabilizou 190 inscritos no exame, sendo 186 como treineiros, que realizaram as provas apenas para treinar e avaliar os conhecimentos, e quatro como participantes aptos a concorrerem a uma das vagas de acesso ao ensino superior. Desses quatro concorrentes, dois fizeram as provas e conseguiram notas de destaque.

“A cidadania, mais uma vez, é o alvo dos socioeducandos”, afirma a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani. “Para nós, essa conquista afeta tanto eles quanto a população do Distrito Federal, que passa a contar com novos estudantes e futuros profissionais que vão atender a nossa cidade em diversas áreas de atuação no mercado profissional. Seguimos trabalhando para ressocializar esses adolescentes.”

Na prática, os jovens foram avaliados em seis áreas de conhecimento, como linguagens, códigos, ciências humanas, ciências da natureza, matemática e tecnologias, em provas realizadas nos dias 23 e 24 de fevereiro deste ano, dentro das unidades de internação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), a previsão para as inscrições do primeiro e do segundo semestre – usando as notas do Enem 2020 – seguem até o dia 9 deste mês para o SiSU, de 13 a 16 no ProUni e de 20 a 23 para quem tentar ingressar no ensino superior com o Fies.

Enem

O Enem foi instituído em 1998, com o objetivo de avaliar o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. O exame aperfeiçoou sua metodologia e, em 2009, passou a ser utilizado como mecanismo de acesso à educação superior, por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), do Programa Universidade para Todos (ProUni) e de convênios com instituições portuguesas.

Os participantes do Enem também podem pleitear financiamento estudantil em programas do governo, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os resultados do Enem continuam possibilitando o desenvolvimento de estudos e indicadores educacionais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As provas do Enem 2020, versão impressa, foram realizadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021. Pela primeira vez, o Inep realizou o Enem Digital, com aplicação em 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021. Já o Enem PPL ocorreu nos dias 23 e 24 de fevereiro, mesma data da reaplicação do exame.

As informações são da Agência Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar