Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Simone Benck: a escolha certa na hora oportuna

O governador Ibaneis Rocha anunciou que vai nomear para o cargo de reitora da nova instituição, a jovem Simone Benck

Por Lindauro Gomes 29/07/2021 4h44

O mais governista dos governistas na Câmara Legislativa do DF (CLDF) o distrital, Claudio Abrantes (PDT/ DF) era só sorriso durante a cerimônia de sanção da lei que cria a Universidade do Distrito Federal (UnDF). O parlamentar estava a tempos atuando de forma enfática para instalação da instituição que vem a ser a segunda criada para dar suporte a educação pública no DF.

Para alegria da comunidade acadêmica e tecnica de Brasília, o governador Ibaneis Rocha anunciou que vai nomear para o cargo de reitora da nova instituição, a jovem Simone Benck. Salta aos olhos da sociedade o currículo da jovem doutora.

Simone Benck (E) durante cerimônia de sanção da lei que cria a Universidade do Distrito Federal (UnDF). Foto: Paulo Henrique/ Agência Brasília

Para os incautos, Simone é doutora em educação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), mestre em Educação pela Universidade de Brasília (UnB). Possui graduação em Ciências Econômicas pelo CEUB e em Matemática pela Universidade Católica de Brasília e vai além: é especialista em EAD pelo Senac, professora do quadro efetivo da Secretaria de Educação do DF desde 1994 e como técnica esteve em 2011 na linha de frente como diretora da Regional de Ensino de Sobradinho.

Na luta pela educação, Simone Benck também atuou em Goiás como professora em graduação e pós graduação da Universidade Estadual de Goiás (UEG) nos cursos de Gestão Ambiental e Gestão em Educação. E não parou por aí, ela também esteve na Secretaria Executiva da CONAES – Comissão Nacional de Avaliação do Ensino Superior.

O currículo de Simone Benck deixa claro que sua nomeação além de técnica é consenso entre gregos e troianos do Distrito Federal e que a decisão do governador foi acertada, indo ao encontro dos anseios da sociedade que em tempos de pandemia precisa que o governo tenha em seus quadros as maiores competências.






Você pode gostar