Menu
Brasília

Sem vaga no Pan, judoca Vânia Ishii não sabe se assistirá a competição

Arquivo Geral

19/05/2007 0h00

A judoca Vânia Ishii, ouro no Pan-americano de 1999 e prata no de 2003, ainda não sabe se conseguirá assistir ao evento deste ano, no Rio de Janeiro. Triste por ter ficado de fora da competição, a atleta diz que pelo menos está feliz com a recuperação da lombalgia que a atrapalhou na luta por uma vaga nos Jogos.


 


“Não posso responder sobre isso ainda. Estou um pouco triste, impossível negar, mas o tempo vai me confortando. O que me deixa feliz é que estou conseguindo fazer o que gosto. Vinha de uma contusão séria, a preparação não foi como eu queria e eu fiz o que tinha de fazer. No dia da minha categoria, espero poder torcer, mas confesso que está muito recente ainda, não sei como vai ser”, disse a judoca, que perdeu a vaga brasileira no Pan, na categoria até 63 quilos, para Danielle Yuri.


 


Fora da competição, Vânia afirma que sua nova meta agora é obter uma vaga nos Jogos Olímpicos de 2008, em Pequim. No entanto, para que seus objetivos se concretizem a judoca terá de torcer por um tropeço de Danielle Yuri.


 


Isto porque, segundo os critérios da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), caso Danielle conquiste bons resultados nos Jogos Pan-americanos e no próximo Mundial, ela será escolhida como a representante do país nas Olimpíadas. Mas apesar disso, Ishii não joga a toalha.


 


“Gosto de dizer que o foco mudou. Pode ser pretensioso, mas deixou de ser o Pan e passou a ser Olimpíada. Meu lema sempre foi não desistir nunca. Pelo critério da CBJ, se ela (Danielle) conseguir medalha no Pan e ficar entre as cinco primeiras no Mundial, a vaga é dela. Mas vou tentar até o último momento”, concluiu a atleta.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado