Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Segundo Dia D de vacinação é movimentado

Desta vez, a ação englobou a Rodoviária do Plano Piloto, a Feira Central de Ceilândia e mais nove unidades básicas de saúde, que atenderam de 8h às 17h

Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

A Secretaria de Saúde promoveu, neste sábado (26), o segundo Dia D de vacinação contra a covid-19 no Distrito Federal. Desta vez, a ação englobou a Rodoviária do Plano Piloto, a Feira Central de Ceilândia e mais nove unidades básicas de saúde, que atenderam de 8h às 17h.

No ponto de vacinação montado na Rodoviária do Plano Piloto, a procura foi muito grande. No local, foram disponibilizados os imunizantes Coronavac e AstraZeneca. A vacina da fabricante Pfizer não foi disponibilizada, uma vez que este imunizante necessita de uma maior infraestrutura para melhor manuseio e preparação, tendo em vista que precisa ser diluído, diferentemente dos outros dois citados, que já chegam ao DF prontos para uso.

O objetivo foi dar continuidade às ações em prol da intensificação da vacinação e aplicar o imunizante no maior número de pessoas, aumentando a cobertura vacinal em todo o Distrito Federal. O ponto de vacinação montado na rodoviária tinha uma equipe de voluntários atuando junto à população. Hellen Rocha, estudante de enfermagem da Universidade de Brasília e coordenadora de mais de 1.600 voluntários de diversos cursos da área da saúde, estava feliz em poder participar de mais este Dia D de vacinação contra a covid-19. “É muito gratificante saber que meu trabalho faz a diferença neste momento na vida de tantas pessoas. É um aprendizado para a vida”, afirma.

A procura pela vacina também foi grande nas unidades básicas de saúde. Na UBS 7 de Ceilândia, as equipes organizaram uma fila especial e dividiram os idosos das outras pessoas que procuravam pela vacina. Era uma maneira de dar mais rapidez à vacinação contra covid-19, gerando satisfação em todos que aguardavam.

Para finalizar, o general Pafiadache foi até a Feira Central de Ceilândia. No local, foi montada uma estrutura na parte de trás da feira, em local aberto, para evitar aglomerações. A maior busca pelas vacinas ocorreu no início da manhã.

Com informações da Agência Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar