Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Projeto do CEF 16 de Ceilândia ganha Prêmio Professor Transformador

O projeto, que tem como eixos os direitos humanos, a equidade de gênero e as relações étnico-raciais, foi iniciado em 2019

Foto divulgação

O projeto Desiderata, da professora de inglês do Centro de Ensino Fundamental (CEF) 16 de Ceilândia, Celiana Mota, venceu, na 27ª edição da maior feira educacional da América Latina, a Bett Brasil Educar, realizada na última semana, o Prêmio Professor Transformador, na categoria Ensino Fundamental II.

O projeto, que tem como eixos os direitos humanos, a equidade de gênero e as relações étnico-raciais, foi iniciado em 2019. Nas aulas, Celiana incentiva o aprendizado por meio de textos, livros, músicas, vídeos e sempre busca temas atuais e de relevância. “Muita alegria em sermos vitoriosos com o projeto Desiderata. Dedico este troféu a todos os estudantes do CEF 16 de Ceilândia. Nós somos mais que 10, somos 16”, comemorou a professora.

“O melhor de participar destas premiações é ter a oportunidade de estar diante de grandes projetos. Nossa rede tem profissionais extremamente qualificados. Tenho certeza que existem várias ações dignas de prêmios”, afirma a professora. Celiana enfatiza que toda a escola é ganhadora com este projeto. “Apenas estive a frente. A participação de todos foi fundamental para que tivéssemos êxito”.

Celiana explica que o Desiderata foi criado com o intuito de promover o protagonismo estudantil buscando despertar a criticidade, a capacidade de argumentação e a participação de toda a comunidade escolar. A metodologia incluiu a promoção de rodas de conversa com especialistas, uso de vídeos temáticos, incentivo à leitura, produção de textos e a elaboração de um Diário de Bordo.

Uma vez por mês, sempre aos sábados, ocorrem encontros para debater as temáticas, com participação de professores e convidados. Durante os meses mais críticos da pandemia da covid-19, o projeto ocorreu de forma virtual. Segundo ela, os resultados são os mais positivos possíveis e a escola ganhou alunos mais comprometidos e um ambiente mais acolhedor.

Trajetória

Celiana concorreu com mais de 350 inscrições pré-selecionadas por banca composta por especialistas, mestres e doutores em educação. As iniciativas escolhidas estão alinhadas à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e contemplam os quatro segmentos da Educação Básica, da educação infantil ao ensino médio.

“Toda a base é feita em sala de aula por meio das leituras. Nada é cobrado. Eles vão ler pelo simples prazer de ler e depois vão conversar sobre o livro, vídeo ou alguma música. Tento trabalhar o lugar de fala, para que eles possam refletir sobre si mesmos e sobre como combater a discriminação na nossa comunidade”, explica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Prêmio Professor Transformador

Ao todo, mais de 800 projetos foram inscritos na segunda edição do Prêmio Professor Transformador, que se destaca por reconhecer iniciativas alinhadas às diretrizes da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e que contribuem na promoção de uma Educação Transformadora nos quatro níveis do Ciclo Básico (Infantil, Fundamental I e II e Médio).

Os professores vencedores em cada categoria receberam o prêmio de R$ 7 mil, troféu, certificado, divulgação do projeto em matéria especial para veiculação na mídia e o certificado “Escola que acredita na transformação pela Educação”. Já os segundos e terceiros colocados em cada categoria receberam R$2,5 mil, troféu, certificado e a oportunidade de apresentar seus projetos na Bett Brasil Educar.

*Com informações da Secretaria de Estado da Educação

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar