Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Programa de ouvidoria do DF promete ouvir a população 24h

O governador Ibaneis Rocha assinou o decreto do Programa Administração Regional Digital 24h

Elisa Costa e Marcus Eduardo
[email protected]

O Programa Administração Regional Digital 24h foi lançado na manhã desta terça-feira (5), no Palácio do Buriti. O governador Ibaneis Rocha esteve presente o evento e assinou o decreto que promove uma melhoria na ouvidoria das administrações regionais do DF.

“Estamos lançando um programa que eu sonhei muito realizá-lo. Foi feito de forma bastante transversal e ouvindo os principais problemas da comunidade. É um programa de coragem, porque vai ouvir as reclamações do administrado, daquela que te colocou no cargo. Ele vai ter o acesso ao serviço 24h”, discursou Ibaneis, após assinatura do decreto, que será publicado em breve no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

O programa contém cerca de 35 serviços disponíveis, como pedido de limpeza de boca de lobo, manutenção de faixa de pedestre e galeria de águas pluviais, poda de árvores, manutenção de abrigo de ônibus, ciclovia, solicitação de PECs, implementação de nova iluminação pública, entre outros. Vale ressaltar que as administrações regionais também atendem demandas pelo número 162.

“É um projeto que nasce muito avançado ,mas que certamente, vai passar por muitas evoluções, de modo que possamos ter um dos portais de ouvidoria mais completos da história do DF”, disse o chefe do executivo local.

Mesmo com a criação do programa, as administrações regionais vão continuar recebendo as reclamações no local, das 8h às 19h, nos dias de semana.

“É uma parceria institucional muito importante. Estamos usando a infraestrutura já existente da secretaria de Economia, toda a experiência do serviço da Controladoria, através da ouvidoria geral e também ouvimos todas as administrações e os servidores que atuam diuturnamente identificando as demandas da população”, explicou o secretário executivo de Cidades, Valmir Lemos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Como as demandas vão passar pelo tratamento do sistema da Ouvidoria do GDF, elas devem ser respondidas dentro do prazo legal de até 20 dias corridos. “Ao invés de entrar por protocolo, carta para o gabinete do administrador, vamos centralizá-las nesse canal e trabalhar de forma digital. Todas vão estar registradas no sistema da Ouvidoria, que tem estrutura para monitorar as demandas”, explicou a ouvidora-geral substituta, Maria Fernanda.

Segundo Paulo Martins, controlador-geral do DF, as solicitações de serviços na capital federal são o segundo maior tipo de manifestação que é apresentado na ouvidoria. “Hoje temos a oportunidade de colocar o cidadão no centro da ação pública, facilitando o acesso e dando um atendimento digno, com tecnologia, qualidade e informações. O governo não pode dormir, os serviços não esperam”.

Futuramente, também será possível pedir pelo portal, o licenciamento de quiosques e trailers, autorização para ambulantes, cópia de plantas de edificações e até mesmo desarquivamento de processo. O programa ainda vai passar por mudanças e aperfeiçoamentos, junto à Escola de Governo, que capacitou servidores para ocupar áreas estratégicas nas administrações regionais.

A utilização do sistema vai beneficiar aqueles que não tem condições de comparecer fisicamente às sedes administrativas ou não tem como delegar sua necessidade para outras. Por isso, com o acesso digital, há menos burocracia e um acompanhamento direto das demandas, que passam a ser centralizadas e transparentes. Para acessar o programa, basta entrar no endereço eletrônico clicar na aba “Administração Regional Digital 24 horas” e selecionar um serviço.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar