Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Preços de passagens de ônibus no DF não possuem previsão de reajuste

Segundo o GDF, preços de passagens não possuem previsão de irão aumentar. No Brasil, reajustes podem chegar a até 11%

Gabriel de Sousa
[email protected]

Em uma nota enviada para o Jornal de Brasília nesta segunda-feira (29), a Secretaria de Transporte e Mobilidade do Distrito Federal (SEMOB/DF) informou que não há previsão de reajustes nos preços das passagens dos ônibus urbanos da capital federal.

A discussão sobre o aumento das passagens de ônibus chegou às câmaras municipais do pais após o aumento de mais de 66% do preço do diesel em um ano, devido a pandemia de covid-19. É previsto que os valores das tarifas sofressem um reajuste de até 11% a partir de janeiro de 2022.

Os prefeitos temem que a permanência das tarifas atuais poderiam ocasionar problemas nos sistemas de transporte público, como demissões em massa.

No Distrito Federal, o último reajuste aconteceu em janeiro de 2020, quando o preço da passagem aumentou de R$ 2,50 para R$ 2,75 para circulares internos, R$ 3,50 para R$ 3,85 para ligações curtas, e de R$ 5 para R$ 5,50 para ligações longas e o Metrô-DF.








Você pode gostar