Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

PCDF mira grupo suspeito de cometer fraudes contra Caesb e Neoenergia

Bando usava “laranjas” para assumir dívidas com as duas concessionárias sem intenção de quitar os débitos

A Polícia Civil (PCDF) realiza nesta segunda-feira (6) uma operação contra um grupo suspeito de cometer fraudes para se livrar de dívidas referentes a contas de água e energia no Distrito Federal.

O grupo está na mira da PCDF há oito meses. Segundo investigações, os membros falsificavam documentos e simulavam transações para abonar dívidas com a Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb) e com a Neoenergia Distribuição Brasília.

O esquema funcionava em três fases: a primeira tratava de captar clientes que possuíam imóveis com grandes dívidas com a Caesb e a Neoenergia. Em seguida, o grupo usava documentos falsos e simulava a transferência do imóvel para um terceiro, que assumia os débitos sem intenção de pagar, com o objetivo apenas de livrar das dívidas o real dono da casa.

Na terceira fase, o grupo pedia a religação dos serviços de água e energia, mas, agora, em nome de um parente ou de uma pessoa vinculada ao proprietário do imóvel.

Ainda não se sabe o real prejuízo para a Caesb e a Neoenergia. A fraude é praticada há pelo menos dois anos, quando a Neoenergia ainda não operava na capital federal.

Os envolvidos responderão pelos crimes de associação criminosa, estelionato, falsidade ideológica e falsificação de documentos. Se condenados, poderão pegar até 20 anos de prisão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar