Brasília

Pacientes domiciliares assistidos começam a ser vacinados no DF

A Secretaria de Saúde ampliou, a partir desta terça-feira (26), o grupo de risco da primeira fase de vacinação

Foto: Breno Esaki/Agência Brasília

A Secretaria de Saúde ampliou, a partir desta terça-feira (26), o grupo de risco da primeira fase de vacinação. Os primeiros pacientes do Núcleo Regional de Atendimento Domiciliar (Nrad) já foram vacinados contra a Covid-19 no Distrito Federal. Eles moram na Cidade Estrutural e receberam a primeira dose da vacina CoronaVac aplicada pela equipe do Nrad Guará, que também atende a região da Estrutural. A decisão ocorreu diante de critérios técnicos analisados pelo Comitê de Vacinação, além do número de doses de vacinas que o DF recebeu.

Sóter Marinho de Oliveira tem 81 anos e há quatro anos é paciente da equipe do Nrad. Ele e a cuidadora Terezinha Neves da Costa, de 74 anos, receberam a vacina no início da tarde desta terça-feira (26). Para ela, foi uma “satisfação e honra tomar em casa a vacina que protege contra o coronavírus”. Quem também vacinou foi Cleidmar Dias Nunes, de 37 anos, que é paciente do Nrad desde 2017.

“Estamos muito felizes e orgulhosos por participar deste momento tão importante tanto para os pacientes que são assistidos por nós, quanto por seus cuidadores que são nossos parceiros no atendimento domiciliar”, destacou a médica responsável pela equipe do Nrad Guará, Michelle Lopes. Participaram da ação a enfermeira-chefe, Andreia Brasil, a enfermeira Catarine Albuquerque e a técnica de enfermagem Cristiane Mamede. Nesta terça-feira, cinco pacientes da Região Centro-Sul foram vacinados.

A superintendente da Região de Saúde Centro-Sul, a qual a região pertence, Flávia Costa, parabenizou o trabalho da equipe e ressaltou o marco histórico da campanha de vacinação contra a Covid-19. “Iniciamos a vacinação desse grupo de maior vulnerabilidade. Nossa equipe é multidisciplinar e oferece vários serviços para melhoria da qualidade de vida de nossos pacientes. A vacinação é um desses serviços prestados”, disse Flávia Costa.

Ao todo, as equipes do Nrad Centro-Sul irão vacinar 180 pessoas deste grupo de risco, sendo 90 pacientes e 90 cuidadores. Lembrando que a vacina não será oferecida para pacientes menores de 18 anos, nem para seus cuidadores. Os cuidadores desses pacientes entrarão em outro momento da campanha de vacinação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Planaltina

A vacinação para este público começou também em Planaltina. A equipe do Nrad vacinou oito pacientes e sete cuidadores que residem no Setor Residencial Leste. A oitava cuidadora não foi vacinada por ser gestante – este grupo não receberá vacina.

Nesta quarta-feira (27), a equipe irá vacinar 25 pacientes e 25 cuidadores. Ao todo, 33 pacientes do Nrad e seus cuidadores em Planaltina receberão a primeira dose da CoronaVac.

Ampliação

A partir desta terça-feira (26), a vacinação contra a Covid-19 passa a ter como público-alvo todos os profissionais da ativa na rede pública de saúde, em todos os níveis de atenção à Saúde: básica, hospitalar, Fundação Hemocentro, Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde, Administração Central, profissionais de saúde voluntários, profissionais de vigilância, limpeza e administrativos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na rede privada, a vacina está disponível somente para os profissionais que atuam na atenção hospitalar. Também foram incluídos os trabalhadores do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF).

Também fazem parte da vacinação os idosos a partir de 60 anos e pessoas com deficiência que vivem em unidades de acolhimento, cuidadores que atuam nessas instituições, povos indígenas que vivem em terras indígenas, pacientes internados em Home Care (SAD-AC – pacientes de alta complexidade, internados em casa, que são assistidos com suporte de ventilação mecânica) e pacientes internados no Núcleo Regional de Atendimento Domiciliar (AD2 e AD3 – pacientes internados em casa e acompanhados pelas equipes do Nrad da Secretaria de Saúde), e trabalhadores dos serviços de Atenção Pré-Hospitalar (APH): Resgatistas do Corpo de Bombeiros Militar e outras instituições privadas que prestam APH.

Trabalhadores das empresas contratadas pela Secretaria de Saúde para o serviço de Home Care não serão vacinados neste momento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As informações são da Agência Brasília






Você pode gostar