Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Operação da PCDF prende 405 foragidos

A Polícia Civil do Distrito Federal finalizou hoje a terceira Operação Full Time com 70% das prisões efetuadas nas últimas 72 horas

Da esquerda para direita – Diretor do Departamento Circunscricional, Vicente Paranaíba – Delegado-geral da PCDF, Robson Cândido – Secretário Executivo de Segurança Pública, Milton Neves. Foto: Amanda Karolyne/Jornal de Brasília

Amanda Karolyne
[email protected]

A Polícia Civil do Distrito Federal finalizou hoje a terceira Operação Full Time com 70% das prisões efetuadas nas últimas 72 horas. Um esforço integrado dos 4 órgãos de segurança pública do Distrito Federal culminou na prisão de 405 foragidos. O trabalho foi finalizado na manhã desta sexta-feira, 8. 

A Operação demandou um grande esforço da Polícia como um todo. 1500 policiais trabalharam para que o resultado fosse efetivo.

Todas as 31 unidades intensificaram ações durante a semana. Com mais de 92 pessoas autuadas em flagrante. A Operação autuou prisões em flagrante de tráfico de drogas, violência doméstica e outros crimes. Ceilândia e Taguatinga tiveram o maior índice de casos.

De acordo com o Diretor-geral da PCDF, delegado Robson Cândido, em números reais, essa é a maior operação realizada pela polícia. “Esse trabalho ajuda a reduzir ainda mais as manchas criminais do distrito federal”, comenta. O chefe da operação destaca que isso reduz a chance dos foragidos estarem cometendo crimes graves.

Diretor-geral da PCDF – Robson Cândido

A Secretaria de Segurança Pública vem monitorando e fazendo estudos para avaliar onde as manchas criminais são maiores. Os estudos analisam a efetividade da operação no dia a dia da sociedade e na diminuição dos crimes.

Milton Neves, secretário executivo de segurança pública, explica que essa operação faz parte do programa DF Mais Seguro. Uma operação de cumprimento de mandado de prisão em flagrante derivada de um estudo de pontos onde tem maior incidência de crimes. Um trabalho de inteligência aliado a parte operacional.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo Milton, as ações da operação são realizadas para cumprimento de prisão. Ele explica que a pasta vai monitorar os resultados dessa operação, analisando os dados criminais para desenvolver políticas de segurança. Assim, vai ser verificado se o índice de crimes diminuiu nessas regiões ou se migrou para outros locais. 

O Delegado Robson externou que dentro da metodologia de trabalho de integração de força, todas as áreas da polícia atuam com efetividade. “E o grande desafio da segurança pública é melhorar o que já está bom”, afirma.








Você pode gostar