Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

MPDFT investiga irregularidades no Brasília Iluminada

Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público realizou na manhã desta terça-feira (25), uma busca na casa do ex-secretário de Economia do DF André Clemente

Foto: Agência Brasília

A Operação Tenebris, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) realizou na manhã desta terça-feira (25), uma busca na casa do ex-secretário de Economia do DF André Clemente, atual conselheiro do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF).

As investigações apuram possíveis irregularidades na contratação realizada pela Secretaria de Economia do DF no evento Brasília Iluminada.

Localizado na região central do DF, a exposição de luzes e enfeites de Natal permneceu no canteiro central da Esplanada dos Ministérios e do Eixo Monumental, de dezembro de 2021 até janeiro deste ano.

O MPDFT apura o processo de contratação do Instituto Idheais para a realização do evento. A suspeita é de que a empresa tenha sido utilizada como fachada para permitir a contratação sem licitação, já que o instituto é uma Organização da Sociedade Civil. Posteriormente, os serviços teriam sido terceirizados quase quase que em sua totalidade, para lucrar com o contrato.

O evento custou cerca de R$ 14 milhões, número superior ao do ano anterior.








Você pode gostar