Brasília

Motorista do Uber é ameaçado por taxistas

Por Arquivo Geral 01/06/2016 5h08

Menos de 24 horas após a confusão entre taxistas e um susposto motorista do Uber, no Aeroporto Internacional de Brasília, uma nova ameaça foi registrada no local. Na tarde dessa quarta (1°), Rodrigo Ferreira, 32 anos, motorista do Uber X, foi ameaçado e teve o carro vandalizado por dois taxistas enquanto atendia ao chamado de uma passageira.

Leia mais: Taxistas agridem família ao confundir irmãos com passageiros do Uber

Motoristas do Uber fazem protesto após agressão

Ao estacionar no Terminal II, o motorista  que trabalha pelo aplicativo há sete meses, conta que encontrou a cliente agitada por conta das ameaças que havia sofrido ao solicitar o serviço. “Ela chamou o Uber para seguir em direção ao Setor Hoteleiro Norte, mas, por telefone, me contou que os taxistas estavam agitados”, ressaltou.

Durante o embarque da mulher, Rodrigo afirmou que dois taxistas, com pedras e barras de ferro nas mãos, se aproximaram e questionaram se tratava-se do serviço Uber. Ao confirmar o serviço, o motorista recebeu diversos insultos e sob os gritos de “Você é corajoso de vir aqui”, e “Sai daqui”, ele precisou arrancar com o carro para não ser agredido.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O motorista conta que neste momento, um dos taxistas atirou uma pedra contra o veículo, um Peugeot 408, preto, na direção do vidro traseiro, onde a mulher teria embarcado. A pedra acertou o paralama, pneu e a roda do veículo que ficou danificada.

O condutor seguiu com a passageira para a 10ª Delegacia de Polícia, no Lago Sul, que investiga o caso.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar