Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Médicos são investigados por vender atestados falsos no DF

O grupo usava a clínica onde atendiam para agir. Lá, comercializavam os atestados que possibilitavam afastamentos de empregados

Foto: Canva

Ao menos dois médicos, baseados no Distrito Federal (DF), são investigados pela Polícia Civil do DF (PCDF) por, supostamente, vender atestados médicos falsos. A ação denominada como Operação Escapulário foi cumprida por meio da Delegacia de Repressão à Corrupção (DRCOR) nesta quarta-feira, 25.

O grupo usava a clínica onde atendiam para agir. Lá, comercializavam os atestados que possibilitavam afastamentos de empregados sem justa causa e concessão de diversos benefícios, como isenção de transporte público interestadual.

Outros indícios já coletados pela equipe de investigação apontam que no mesmo local era ofertado aos pacientes serviços de advocacia para conseguirem, judicialmente, obter a aposentadoria junto ao INSS, utilizando os laudos médicos fornecidos pelo local.

Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos em diversas regiões do DF. Além dos dois médicos, uma pessoa que secretariava os dois também foi alvo dos mandados.

Segundo a PCDF, as investigações continuam, agora para identificar e atingir os pacientes que utilizaram os atestados e outros ‘benefícios’ comercializados no local. Outros médicos que podem praticar os mesmos atos também estão na mira da investigação.








Você pode gostar