Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Ibaneis anuncia terceira dose para todos acima de 18 anos a partir de segunda-feira

Medida deve atender, em primeiro lugar, aqueles que fazem parte de grupos prioritários. Segundo o governador, Ministério vai enviar as doses aos poucos

Por Willian Matos 26/11/2021 1h24
Foto: Divulgação

O governador Ibaneis Rocha anunciou nesta sexta-feira (26) que vai ampliar a faixa etária de vacinação referente à dose de reforço. Segundo Ibaneis, a partir de segunda-feira (29), toda população com 18 anos ou mais vai poder receber a terceira dose desde que tenha tomado a D2 há pelo menos cinco meses.

“Recebemos, na noite de ontem, mais 86.580 doses da Pfizer para dose de reforço”, registrou o governador. “O Ministério da Saúde vai nos encaminhar as doses de forma gradativa para atendermos ao público que for completando esse período de 5 meses após a segunda dose”, completou.

A medida do governador deve contemplar primeiro aqueles que possuem comorbidades e/ou que integram grupos prioritários, já que nem toda a população maior de 18 anos recebeu a D2 há cinco meses. “Como a vacinação atendeu a grupos prioritários, entre eles profissionais de saúde e imunossuprimidos, aqueles que já tomaram a segunda dose há mais de 5 meses estão aptos para receber a dose de reforço”, pontuou Ibaneis.

“Decepção” e mais Dias D

O GDF tem trabalhado para ir até o público que, por alguma razão, ainda não tomou a primeira dose ou já pode tomar a D2 e ainda não o fez. Nas últimas 24 horas, ninguém recebeu a dose única. Foram aplicadas 11.118 segundas doses e 1.072 da D1.

A não aplicação de doses únicas na quinta (24) pode ser relacionado à “decepção” com o Dia D de vacinação realizado no último sábado (20). Foi o próprio governador quem classificou a ação como decepcionante. Mas o governo não deve desistir e vai realizar, amanhã (27), outro Dia D, visando alcançar sobretudo quem não tomou a segunda dose. Desta vez, profissionais da Saúde devem ir a regiões como Ceilândia, Estrutural, Taguatinga, Paranoá e Itapoã em busca de não vacinados.

O Secretário de Saúde do DF, Manoel Pafiadache, afirmou que a pasta prevê ainda um ponto de vacinação fixo na Rodoviária do Plano Piloto, além de fazer uma busca ativa nas comunidade mais distantes. “O que nós queremos fazer são vários dias D. Estamos nos esforçando para colocar um posto fixo na rodoviária. Temos meios para ir na área rural, é a busca ativa. Vamos continuar na vacinação até quando acharmos necessário”, disse ontem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar