Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Homem é condenado a 24 anos de prisão por assassinato em vingança

A segunda vítima teria presenciado o ataque e sobrevivido a facadas nas costas enquanto fugia do local

O Tribunal do Júri de Planaltina condenou Welisson Ferreira Barros a 24 anos e dois meses de prisão por matar um desafeto e a tentativa de homicídio de outro homem.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do DF, os crimes ocorreram no dia 18 de agosto de 2019, no bairro Arapoanga, em Planaltina, motivados por suspeita que a vítima fatal teria participação em roubo contra o réu e seus comparsas.

Na segunda-feira (24), o Ministério Público decidiu que o crime contra a primeira vítima foi praticado por motivo torpe, uma vez que o réu agiu por vingança e sem direito a defesa, já que o ofendido foi atingido pelas costas.

A segunda vítima teria presenciado o ataque e sobrevivido a facadas nas costas enquanto fugia do local.

Em plenário, os jurados acolheram a denúncia do MPDFT para condenar o réu. O juiz presidente do Júri condenou Welisson. O réu deverá cumprir a pena em regime inicial fechado e não poderá recorrer da sentença em liberdade.








Você pode gostar