Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

‘Hoje nós vamos pegar’, diz secretário sobre Lázaro

Após oito dias de buscas pelo assassino em série, o secretário descartou a convocação da Força Nacional para auxílio no perímetro

Foto: Divulgação

Na manhã desta quarta-feira (16), o secretário de Segurança de Goiás, Rodney Miranda, afirmou que o foragido Lázaro Barbosa está com dificuldades de conseguir alimento e segue bem cansado. “Dessa forma, fica mais perigoso e mais suscetível à nossa chegada […] Ontem, nós ficamos muito perto dele. Hoje, nós vamos pegar”, disse o chefe da pasta.

Após oito dias de buscas pelo assassino em série, o secretário descartou a convocação da Força Nacional para auxílio no perímetro. “Todo o apoio que precisamos está aqui. A PRF e a PF também estão aqui conosco. É uma questão de horas ou, no máximo dias, para tirarmos esse sujeito daqui”, disse Rodney Miranda.

O criminoso fugiu na última quarta-feira (9) após matar Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15. A mulher da família, Cleonice Marques, 43 anos, foi levada com ele e encontrada morta no último sábado (12). Desde então, Lázaro tem invadido chácaras, feito reféns, atirado contra caseiros e pedido comida em residências.

“Hoje, temos uma área um pouco menor para trabalhar, e vamos trabalhar intensamente nela. A Polícia Militar de Goiás, com apoio do Bope do DF, vai saturar alguns perímetros delimitados pela gente. E as polícias Civil tanto de GO quanto do DF vão atender as informações e filtrar por meio da inteligência”, confirmou Rodney Miranda.

Rastros de Lázaro

Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, invadiu uma fazenda na madrugada desta quarta-feira (16). Ele preparou comida, se alimentou e deixou o local. Foi a última aparição do fugitivo até então.

Um morador da fazenda disse à polícia que a casa estava abastecida de comida. Lázaro teria ainda quebrado a porta da propriedade.

Na noite de terça (14), Lázaro sequestrou uma família de outra chácara e levou até um córrego próximo. Lá, ele mandou as vítimas deitarem e cobriu elas com folhas para que os drones e helicópteros não as avistassem. No entanto, policiais que estavam a pé viram a cena.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Neste momento, Lázaro atirou contra os agentes e conseguiu fugir novamente. Ele acertou de raspão dois tiros em um policial. A família já está fora de perigo, e o agente foi levado de helicóptero a um hospital de Anápolis-GO.






Você pode gostar