Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Espaço Emater oferece assessoria para obtenção de crédito rural

Entre as linhas que possuem crédito disponível, mas são pouco exploradas está o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural

O programa de Crédito Rural da Emater-DF terá um estande próprio durante a Agrobrasília 2022. A proposta é assessorar produtores rurais e os extensionistas da Emater-DF sobre as possibilidades de acesso às linhas de crédito rural disponíveis para o Distrito Federal, além de tirar dúvidas sobre a elaboração de projetos e critérios necessários para obtenção de crédito.

“Vamos dar apoio principalmente aos produtores, mas também aos próprios técnicos da Emater, divulgando linhas de crédito que são pouco exploradas e vamos também apresentar quais são os bancos que a gente trabalha, como por exemplo a nova parceria que fizemos com a Caixa Econômica Federal”, explica o gerente de Desenvolvimento Econômico da Emater-DF, Frederico Neves.

Entre as linhas que possuem crédito disponível, mas são pouco exploradas está o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), uma modalidade de financiamento através de recursos federais, para custeio e investimentos em atividades agropecuárias voltada para o médio produtor.

“É uma oportunidade de abrir novas frentes de trabalho com esse público, do médio produtor rural e, embora o Pronamp não seja a linha que possui a menor taxa de juros, em comparação com outras linhas como FDR, ainda sim é uma taxa muito inferior ao mercado normal e que vale a pena”, afirma Neves. “Vamos fazer girar novas opções de crédito”, anima o gerente.

O espaço também vai passar informações e orientações sobre o projeto Empreender e Inovar, que capacita produtores na gestão do negócio rural e, ainda, sobre como o produtor pode colocar seu produto na plataforma PõeNaCesta, que é uma ferramenta criada pela Emater-DF para que o produtor rural ofereça seus produtos diretamente para o consumidor final, sem a necessidade da intermediação de mercados.

Estímulo à comercialização

Os participantes do programa Filhos deste Solo também terão um estande no espaço da Emater-DF. A oportunidade foi aberta aos jovens que já têm uma atividade e que querem começar a comercializar o seu produto. “Então vamos oferecer uma estrutura de prateleiras para eles exporem os seus produtos, além de orientar essa logística de deslocamento dos jovens e dos produtos”, afirma Frederico Neves.

Neves explica que, por serem novos na atividade, muitas vezes esse jovem ainda não teve a oportunidade de testar o seu produto com o consumidor final. “A gente está estimulando no sentido de oferecer um ponto de comercialização para eles sentirem o que o consumidor fala do seu produto, enfim, da embalagem, o rótulo, para então aprimorar o produto ou a apresentação desse produto a partir da interação com o cliente”, conclui o gerente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Emater-DF

Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

*Com informações da EMPRESA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL DO DISTRITO FEDERAL








Você pode gostar