Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

DF: pesquisadores vão avaliar políticas para as mulheres

Serão concedidas quatro bolsas, que, com duração prevista de 24 meses, podem ser renovadas. O período de inscrições vai até 18 de junho

Por Guilherme Gomes 11/06/2021 3h18

Termina na próxima sexta-feira (18) o prazo de submissão das candidaturas de pesquisadores e pesquisadoras da Fundação de Apoio a Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF) para concessão de bolsas de pesquisa referente ao Projeto “Políticas para Mulheres Baseadas em Evidências no DF”, implementado pela Codeplan em parceria com a Secretaria da Mulher.

Serão concedidas quatro bolsas, que, com duração prevista de 24 meses, podem ser renovadas. O período de inscrições vai até 18 de junho, e os interessados devem enviar suas propostas, até as 23h59 (horário de Brasília) da data final, para o e-mail [email protected]

Dúvidas podem ser direcionadas à área técnica pelos e-mails [email protected] e [email protected] Para mais detalhes e requisitos, acesse o Edital 06/2021 aqui.

O projeto


A Secretaria da Mulher busca obter mais evidências científicas para embasar decisões sobre suas ações e políticas. Por isso, acionou a Codeplan para elaboração do projeto de pesquisa. Juntas, a pasta e a companhia solicitaram apoio da FAP-DF para realização do estudo.

O objetivo do projeto de pesquisa é a produção de evidências que possam embasar diagnósticos de várias dimensões da situação das mulheres no Distrito Federal e, consequentemente, a elaboração de melhores políticas. Os resultados também serão usados para identificar pontos na implementação de serviços já existentes que podem ser aperfeiçoados em seus procedimentos.

A chamada para o projeto Políticas para Mulheres Baseadas em Evidências no DF é um dos frutos da parceria entre FAP-DF e Codeplan que se firmou há cerca de dois anos. As instituições celebraram em 2019, um Acordo de Cooperação Técnica para trabalhar no Pesquisas DF, iniciativa voltada à elaboração e execução de projetos de pesquisa científica e de inovação nas áreas econômicas, sociais, demográficas, cartográficas, georreferenciadas, urbanas, ambientais e de avaliação de políticas públicas para o desenvolvimento do Distrito Federal e Região Integrada de Desenvolvimento de Distrito Federal e Entorno (Ride-DF).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar