Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

De volta ao jogo: Nunes Marques libera Arruda para disputar eleições

Atualmente Arruda figura na chapa do governador Ibaneis Rocha (MDB-DF) para disputa por uma cadeira na Câmara dos Deputados

Foto: Reprodução/Agência Brasil

Nunes Marques, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), acatou o pedido da defesa do ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (PL) e, na tarde desta sexta-feira (05), deferiu uma liminar que garante a elegibilidade do político brasiliense. Com a decisão, o ex-governador volta a se tornar elegível e poderá disputar as eleições deste ano.

Atualmente Arruda figura na chapa do governador Ibaneis Rocha (MDB-DF) e disputará uma das oito cadeiras do DF na Câmara dos Deputados.

Corre em paralelo no Supremo tribunal Federal (STF) um julgamento que abre possibilidade de retroatividade da nova Lei de Improbidade Administrativa, o que pode resultar na anulação das condenações impostas a políticos, o que inclui Arruda.

O julgamento sobre a nova Lei de Improbidade Administrativa está correndo desde quarta-feira (03) e foi suspenso ontem com placar empatado em 1 x 1. A discussão deve ser retomada na próxima quarta (10). O relator, o ministro Alexandre de Moraes, porém, já votou contra a retroatividade da lei, o que prejudica políticos de diversos partidos.

Hoje, o empresário e político brasiliense Paulo Octávio teve sua candidatura ao GDF lançada pelo PSD local, partido no qual é presidente.

Como antecipou o Jornal de Brasília, o vice na chapa do empreiteiro será o advogado Luiz Felipe Belmonte, presidente do PSC, marido da deputada federal Paula Belmonte (Cidadania).

A composição política ainda avalia o nome que será lançado ao Senado Federal. A reportagem, porém, apurou que a ex-ministra dos Direitos Humanos Damares Alves está sendo cortejada pela chapa. Ontem, a evangélica bolsonarista teve uma breve conversa com Paulo Octavio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar