Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Conselheiro tutelar é preso por direção perigosa em Sobradinho/DF

Além de dirigir em alta velocidade, o suspeito transportava quatro ocupantes a mais no veículo

Foto: Divulgação/PRF

Mateus Souza
[email protected]

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na manhã desta terça-feira (18) o conselheiro tutelar de Formosa (GO), um homem de 42 anos, por direção perigosa. O flagrante aconteceu em Sobradinho (DF), na BR 020. Além de dirigir em alta velocidade, o suspeito transportava quatro ocupantes a mais no veículo.

Uma equipe da PRF realizava um patrulhamento na região, quando avistou o veículo Honda Civic em alta velocidade no sentido contrário. Em seguida, os policiais acionaram os sinais luminosos e sonoros da viatura e iniciaram uma perseguição, visto que o motorista não obedeceu a ordem de parada das autoridades. De acordo com os agentes, o condutor estava a cerca de 160km/h.

Após percorrer 6 km, o condutor parou o carro, em Sobradinho-DF. Os policiais averiguaram que o carro transportava nove pessoas: três adultos e seis crianças. O condutor do veículo, que estava com a habilitação vencida desde 2018, disse que não percebeu que estava em alta velocidade e que também não tinha visto a viatura. O carro estava sem placa e possuía emblema na lataria informando pertencer ao Conselho Tutelar.

Quando os policiais efetuaram a identificação veicular, descobriram que o motor pertencia a um veículo roubado e o chassi estava adulterado, de modo que não era possível naquele momento descobrir qual era a inscrição original.

As autoridades constataram que o veículo foi cedido pelo poder judiciário ao Conselho Tutelar, após o condutor apresentar um termo de compromisso e entrega do Sistema Judiciário de Goiás ao Conselho Tutelar de Formosa. No entanto, não há permissão legal para que o veículo transite sem placa.

O motorista foi preso e encaminhado à 13ª Delegacia de Polícia Civil do DF, onde foi autuado por direção perigosa. O veículo também foi encaminhado para a delegacia, onde serão analisadas as questões relativas ao veículo irregular.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar