Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Centro de saúde do Lago Norte aponta falta de equipamentos

Atraso no atendimento aponta deficiência nos recursos básicos das unidades

Foto: Elisa Costa/Jornal de Brasília

Elisa Costa
[email protected]

A manhã de segunda-feira começou agitada para quem foi aos postos de saúde se vacinar. No Centro de Saúde nº 10 do Lago Norte, cerca de 50 pessoas já estavam na fila às 8h.

Porém, quem procurou o local para fazer o teste de covid-19 logo cedo, encontrou a ala de portas fechadas. Uma paciente, que não quis se identificar, chegou ao local às 6h40. Ela já havia passado pela triagem alguns dias antes, mas, mesmo assim, não conseguiu fazer o teste antes das 9h.

Em torno de 15 pessoas, incluindo crianças e pessoas com comorbidades, aguardaram por mais de uma hora para serem atendidas. Enquanto isso, às 9h, a fila da vacina estava praticamente vazia.

Informações vindas dos próprios funcionários do posto apontaram a falta de equipamentos e dificuldades na conexão com a internet como motivo do atraso. Também estava em falta o teste rápido, com disponibilidade apenas para realização do PCR, com resultado em até dois dias. De acordo com o resultado da triagem, alguns pacientes foram encaminhados a outros postos para fazer o teste rápido.

Vacinação na capital

Adolescentes a partir de 13 anos de idade podem receber a primeira dose. Pessoas que tinham a segunda dose marcada até o dia 27 de outubro podem antecipar a aplicação. Também vão receber a dose de reforço os idosos com 85 anos ou mais, que já tenham recebido a segunda dose há pelo menos seis meses.

As aplicações de vacina acontecem até às 17h em qualquer unidade de saúde ou em drive-thrus. Os atendimentos noturnos acontecem na Praça dos Cristais, UBS 5 de Taguatinga, UBS 7 de Ceilândia e na UBS 1 de Brazlândia, porém apenas para a 1ª dose. Para todos os casos, é necessário apresentar documento de identidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com o governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha (MDB), adolescentes de 12 anos poderão se imunizar a partir desta terça-feira (28).








Você pode gostar