Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Brasiliense Gui Santos, que vai para a NBA, já jogou no Ceub e no Vizinhança

Um dia após o seu aniversário, o presente atrasado se prova um dos mais emocionantes de sua vida com a realização de um sonho para o jovem jogador

Foto: Gabriel Teles/ Ag.CEUB

Por Henrique Sucena e Marcello Hendriks
Agência de Notícias CEUB/Jornal de Brasília

O brasileiro Gui Santos, de apenas 20 anos, foi escolhido pela equipe do Golden State Warriors, atuais campeões da NBA, e poderá se tornar o 19° brasileiro a atuar na maior liga de basquete do mundo se disputar uma partida oficial pela franquia californiana. Caso isso aconteça, o jogador seria apenas o segundo atleta nascido no Distrito Federal a entrar em quadra na liga norte-americana, repetindo o feito de Pipoka, que atuou por uma partida com a camisa dos Dallas Mavericks em 1991. Um dia após o seu aniversário, o presente atrasado se prova um dos mais emocionantes de sua vida com a realização de um sonho para o jovem jogador.

Gui começou a jogar por times juniores locais como o UniCeub e o Clube Vizinhança, seguindo assim os passos de Oscar Schmidt, ícone do basquete brasiliense que também chegou a ser escolhido para a NBA, mas que nunca chegou a atuar pela liga.

Apesar de ainda ser um processo longo para o atleta chegar ao time principal, tendo em vista que são os atuais campeões do torneio e a concorrência é alta, os Warriors agora possuem oficialmente os direitos do brasileiro. Gui Santos deve começar sua trajetória na América do norte atuando pela G-League, a liga de desenvolvimento, onde buscará seu espaço entre as maiores estrelas do esporte. A equipe de São Francisco já observava o jovem brasiliense há um tempo e chegou até a enviar olheiros para o Brasil para observá-lo. Agora em Golden State, Gui Santos terá que buscar evoluir seu jogo e impressionar o técnico Steve Kerr para vestir a camisa dos heptacampeões da NBA.

Após o fim da temporada 2021/22 do basquete nacional, Gui Santos viajou para os Estados Unidos onde fez treinos de preparação para o draft com 10 equipes, incluindo os Warriors. O draft da NBA, que ocorreu na noite desta quinta-feira (23) no Barclays Center, casa do Brooklyn Nets, consiste em um evento anual no qual os trinta times da NBA têm a oportunidade de recrutar jovens jogadores para as suas franquias. A cerimônia acontece normalmente no final de junho após as finais do campeonato e antes do início da pré-temporada. A seleção é feita em duas rodadas, onde um total de sessenta jogadores são selecionados, e o brasileiro foi escolhido na 55ª posição.

Filho de ex-jogadores

Nascido em Brasília no ano de 2002, Guilherme Carvalho dos Santos é filho do ex-jogador Deivisson e da ex-jogadora Lucineide. Desde cedo no mundo do basquete, começou a jogar competitivamente aos 11 anos pelo São José-SP. Após Deivisson se aposentar, a família voltou para o Distrito Federal.

Desde 2018 o ala defende o 123 Minas, equipe de Belo Horizonte. Na equipe mineira, o jovem teve a oportunidade de atuar ao lado de ídolos do basquete nacional como Alex Garcia e Leandrinho Barbosa, que também tiveram passagens pela NBA. Gui Santos terminou a última temporada como um dos grandes destaques do campeonato, sendo eleito sexto-homem do ano, prêmio para o melhor jogador reserva do torneio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com 2,02m de altura, o físico de Gui Santos o proporciona vantagem contra outros adversários que atuam em sua posição. O ala/armador, mesmo com apenas 20 anos, anotou uma média de 10.1 pontos por jogo e ajudou sua equipe a chegar às semifinais da competição. Já considerado uma estrela dentro do campeonato, o jogador foi duas vezes eleito o melhor jovem da liga e participou 4 vezes do Jogo das Estrelas do torneio.

Após se destacar no título Sul-Americano sub 17 em 2019 no Chile, marcando 27 pontos na final contra a Argentina, Gui Santos ganhou suas primeiras chances na Seleção principal com o técnico croata Aleksandar Petrović e se tornou figura carimbada nas convocações mais recentes.

O jovem brasiliense agora vai para a cidade de San Francisco, na Califórnia, em busca de um sonho. Na equipe, que foi campeã da NBA no último dia 16/06, contará com a presença de Leandrinho, auxiliar técnico do time e ex-companheiro de Gui Santos no Minas. O brasileiro terá a oportunidade de atuar ao lado de estrelas como Stephen Curry e Klay Thompson e se juntará a Raul Neto e Didi Louzada na seleta lista de representantes do basquete nacional na liga mais importante do planeta.

Supervisão de Luiz Claudio Ferreira

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar