Menu
Brasília

Autoridades do Reino Unido experimentam merenda de escola pública no Sol Nascente

O principal objetivo da visita foi compreender os procedimentos de planejamento e execução da política pública de alimentação

Redação Jornal de Brasília

13/03/2024 20h57

A diretora de alimentação escolar da SEEDF, Juliene Moura, acompanhou a visita das autoridades | Foto: Jotta Casttro/Ascom SEEDF

Representantes do governo e da Embaixada do Reino Unido no Brasil realizaram uma visita à Escola Classe 66 de Ceilândia, localizada no Sol Nascente, para conhecer de perto o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) na tarde desta terça-feira (12). O principal objetivo da visita foi compreender os procedimentos de planejamento e execução da política pública de alimentação escolar, com ênfase na aquisição de alimentos provenientes da agricultura familiar local.

A programação incluiu uma explanação sobre a estrutura escolar, com destaque para o depósito de alimentos, a cozinha e a horta escolar, além do acompanhamento da produção do lanche da tarde e a oportunidade de diálogo informal entre os visitantes e a nutricionista responsável pelo Programa de Alimentação Escolar do DF. No local, as autoridades lancharam, junto aos estudantes, cuscuz com paleta suína e suco de goiaba.

A abordagem reforçou o compromisso com práticas sustentáveis e o apoio à produção local, promovendo uma alimentação saudável e de qualidade para os estudantes. Durante a visita, a embaixadora britânica, Stephanie Al-Qaq, expressou aprovação em relação à qualidade e importância da merenda do DF. “É fundamental reconhecer a relevância da alimentação escolar para o desenvolvimento educacional e social das crianças”, destacou.

A visita contou também com as presenças do diretor do Centro de Excelência contra Fome do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas, Daniel Balaban, e do secretário-geral para Desenvolvimento do Reino Unido, Nick Dyer.

Juliene Moura, diretora de alimentação escolar da Secretaria de Educação do Distrito Federal, acompanhou e ressaltou a importância do encontro com autoridades internacionais. “Receber essa visita é uma oportunidade de compartilhar experiências e fortalecer parcerias para melhorar ainda mais a qualidade da alimentação oferecida aos nossos estudantes”, enfatizou.

*Com informações da Agência Brasília

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado