Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

11 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas

A Ceilândia continua sendo a região administrativa do DF com o maior número de casos acumulados, com 55.391 ocorrências

Foto: Secretaria de Saúde

Amanda Karolyne
[email protected]

Foi registrado pela diretoria de Vigilância Epidemiológica do Distrito Federal, o boletim 594, com informações sobre casos confirmados e mortes por covid, 11 óbitos nas últimas 24 horas. Quanto às mortes notificadas pela Vigilância, foram sete homens e quatro mulheres. 4 das onze mortes ocorreram em Ceilândia. As comorbidades apresentadas pelas vítimas eram nefropatia, distúrbios metabólicos, pneumopatia e cardiopatia. 3 mortes foram registradas dia 2 de outubro, 4, e 15, enquanto cinco delas confirmadas dia 16, e mais três no domingo, 17.

De acordo com a Secretaria de Saúde, no Distrito Federal foram notificados 525 casos novos em relação ao dia anterior. Até às 17h de domingo foram 510.684 casos confirmados de COVID-19, desde o dia 23 de fevereiro de 2020, quando Brasília diagnosticou a primeira vítima da doença no DF. Desse número, 493.344 (96,6%) estão recuperados e 10.703 (2,1 %) evoluíram para óbito. Com relação a estes, 932 são residentes de outros estados, sendo que 802 residiam no Goiás.

O maior número com relação a local de residência dos casos, 451.571 (88,4%) residem no DF e 35.803 (7,0%) residem em outras Unidades Federadas (UF), sendo que os municípios do entorno respondem pela maior proporção dos casos de outras UF 29.307 (5,7 %).

De acordo com o Boletim 594, da Diretoria de Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde, a faixa etária das mortes registradas nas últimas 24 horas é de dois casos na faixa de 40 e 49 anos, um caso registrado entre 50 e 59 anos, foram cinco casos entre as faixas de 70 a 79 anos de idade e três casos de 80 anos ou mais.

A Ceilândia continua sendo a região administrativa do DF com o maior número de casos acumulados, com 55.391 ocorrências, seguida pelo Plano Piloto, com 51.451 e Taguatinga, com 39.595 casos confirmados. A região de saúde com o maior número de casos acumulados é a Sudoeste, que engloba Águas Claras, Recanto das Emas, Samambaia, Taguatinga e Vicente Pires (117.803).

A faixa etária de 11 a 19 anos foram registrados até agora 29.044 casos e 10 mortes; na faixa seguinte, de 20 a 29 anos, a doença atinge 88.986 pessoas, das quais 127 morreram. A taxa de mortalidade por 100 mil habitantes nesta faixa etária é de 25,1. Mas os maiores números absolutos de casos e óbitos atualmente estão concentrados nas faixas etárias de 30 a 39, com 126.261 casos e 440 mortes, ou 80,5% de taxa de mortalidade em 100 mil habitantes. Na de 40 a 49 anos, 110.419 casos foram notificados e 1.028 mortes, o que corresponde a 217,0 de taxa de mortalidade por 100 mil habitantes. Entre os menores de dois anos, a infecção também avançou em número de casos. Nesta faixa foram confirmados 3.453 casos. Quanto às mortes, foram registradas duas no Distrito Federal. Entre os maiores de 80 anos, a Covid-19 atingiu 9.322 pessoas, das quais 2.081 morreram. Neste grupo a taxa de mortalidade por 100 mil habitantes é de 4.913,2.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar