Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Mindset fixo vs. Mindset de crescimento

A psicologia traz duas dimensões de pensamento: na primeira, o indivíduo se apega à sua realidade, ao que ele tem no momento; já na outra, ele consegue ver além do alcance dos seus olhos

Por Luana Tachiki 19/09/2023 2h31
Foto: Divulgação

Ouça este conteúdo:

Duas mentalidades, duas possibilidades, duas realidades, duas visões que determinam sua realidade, se boa ou não, de conquista ou de fracasso.

Com qual mentalidade você vai conviver? Aquela que enxerga além das fronteiras, que não se limita com o que vê, ou aquela que alcança apenas o palpável, o óbvio?

A psicologia traz duas dimensões de pensamento: na primeira, o indivíduo se apega à sua realidade, ao que ele tem no momento; já na outra, ele consegue ver além do alcance dos seus olhos, enxerga oportunidades surgindo mesmo que elas não sejam hábeis no primeiro instante.

Por exemplo: um indivíduo ganha uma grande oportunidade de ocupar uma nova posição na empresa onde trabalha. Uma grande promoção, na qual terá de morar fora do Brasil e liderar uma equipe muito maior. Certamente, quem o proporcionou essa chance viu um gigantesco potencial neste profissional e confia em suas habilidades e caráter. No entanto, o inglês deste profissional está ‘enferrujado’, e lidar com pessoas é sempre um desafio, na visão dele. O mindset fixo/mentalidade fixa diz a ele: “Você não é capaz, você não é tão competente assim, você nem fala inglês fluentemente”. Além disso, relação interpessoal também não é o forte deste empregado, e ele começa a achar que o chefe está querendo colocá-lo numa ‘enrascada’ para que ele peça demissão em breve.

O subconsciente deste funcionário numa mentalidade fixa será baseado na atual realidade, com limitações e debilidades. Por outro lado, o mindset de crescimento/mentalidade de crescimento falará ao subconsciente dele: “Será, sim, um desafio, mas você é capaz, não é o primeiro desafio que você consegue vencer. Aceita, entra correndo num ‘intensivão’ de inglês, desenferruja essa trava e voa!”. Ele, no fundo, gosta de pessoas, e a proposta é desafiadora porque terá de renunciar o individual em alguns momentos, mas ele fez isso antes e sabe que dá conta. “Vai em frente! É a grande oportunidade da sua carreira, e outras como esta podem não surgir novamente. Agarra essa chance! Esforça-te e vai! Você sempre teve o sonho de morar fora, aproveita!”

Este tipo de situação ocorre corriqueiramente com todos nós. É claro que as circunstâncias mudam, mas sempre há desafios para nos fazer enfrentá-los ou ficarmos paralisados diante deles. A decisão sempre estará em nossas mãos, e o que irá nos impulsionar para abraçar uma das duas situações está muito relacionado ao que pensamos sobre nós mesmos, se somos ou não capazes e merecedores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quantas oportunidades você já deixou escapar entre seus dedos por julgar que não merecia aquela chance, que aquilo era bom demais para você? Quantas vezes você deixou uma grande oportunidade escapulir porque não se julgou capaz? Quantas vezes você disse não para algo grandioso porque não estava satisfeito com o que você era naquele momento?

Talvez, hoje, você viva neste ‘limbo’ de travar uma batalha na mente e que só você poderá decidir o melhor caminho a trilhar. Saiba que o seu pensamento influenciará fortemente no seu destino.

Quais pensamentos você tem nutrido a seu respeito? Pensamentos de vencedor ou de perdedor? Abaixo, estão exemplos de notáveis que superaram seus próprios medos e barreiras:

Elvis Presley

Você sabia que o Rei do Rock já foi motorista de caminhão e ganhava somente 1 dólar por hora? Elvis Presley chegou a receber críticas pelo seu cabelo e modo de se vestir e, em alguns testes, chegou a ouvir de um dos donos de uma casa de shows que deveria voltar a dirigir caminhões porque era um ótimo caminhoneiro, mas não cantor.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Foto: Reprodução

Walt Disney

Walt Disney passou por vários empregos e, quando se tornou ilustrador de um jornal, foi demitido pelo seu chefe, que alegou que Walt não possuía boa imaginação nem ideias originais. Após a demissão, Disney abriu uma produtora com o irmão e um amigo, período em que enfrentou muitas dificuldades, chegando a morar no escritório e se alimentar de comida de cachorro.

Na jornada da vida, se deparou com a Universal Studios em Hollywood, que comprou animações da produtora Disney, como a do personagem ‘Coelho Osvaldo’, um grande sucesso à época. Mas quando tudo parecia estar indo bem, a Universal ficou com os direitos do coelho, e Disney teve que começar de novo, do zero. Foi onde surgiu uma de suas maiores invenções, o Mickey Mouse. A partir daí, o profissional colecionou sucessos colossais, tornando-se a pessoa que mais ganhou Oscar em toda a história, somando 22 prêmios.

Produtor, cineasta, diretor, dublador, empreendedor e tantos outros títulos, Disney ainda ficou conhecido pela filantropia e, com certeza, será sempre uma inspiração de talento e luta para as futuras gerações.

Foto: Reprodução

Abraham Lincoln

Ex-presidente dos Estados Unidos, Abraham Lincoln não teve uma vida fácil. Filho de sapateiro, foi hostilizado por muitos até chegar onde chegou. Foi interrompido por um político em seu primeiro discurso, que disse a todos em alto e bom som “Antes de começar, gostaria de lembrá-lo que o senhor é filho de um sapateiro…”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lincoln não se intimidou. Com calma e postura invejável, respondeu a todos: “Obrigado por lembrar do meu pai neste momento. Eu procurarei ser um presidente tão bom quanto o sapateiro que ele foi. Eu me lembro de que meu pai sempre fez os sapatos de sua família, se os seus sapatos apresentarem algum problema, você pode trazê-los e eu consertarei. Desde pequeno aprendi a consertar sapatos, e agora que meu pai está morto, posso cuidar dos seus. Aliás, se algum de vocês tiver um sapato feito pelo meu pai que esteja precisando de conserto, pode trazer para mim. Mas de uma coisa estejam certos: eu não sou tão bom quanto ele.”

Além de um exemplo de superação, Lincoln mostrou que, sem humildade, de nada adianta até onde chegamos.

Foto: Reprodução

Oprah Winfrey

Oprah Winfrey, uma das apresentadoras mais famosas e bem pagas dos EUA, teve uma infância extremamente difícil por ser negra e possuir origem humilde. Oprah também foi violentada sexualmente pelo tio e seus primos aos 9 anos de idade, situação que perdurou por longos cinco anos. Aos 14 anos engravidou e foi expulsa de casa pela própria mãe, indo morar com o pai, de quem escondeu a gravidez até perder a criança.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Passou a estudar muito, ganhou um concurso de beleza e conquistou uma bolsa de estudos para cursar Comunicação. Foi trabalhar na TV, que era o seu grande sonho. Consolidou-se e manteve-se no ar por 25 anos. Oprah recebeu vários prêmios Emmy com seu programa e quebrou todos os recordes de audiência da história dos talk shows no país.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Oprah chegou a ganhar 50 milhões de dólares por mês na TV à época. Hoje, segue como empresária de destaque.

Foto: Divulgação

Albert Einstein

O maior gênio do século XX era considerado um “mau aluno” e “completamente inútil” por seus professores da universidade, mesmo sendo o primeiro de sua turma na universidade. De origem humilde, ele passou dificuldades financeiras e esteve várias vezes desempregado após finalizar a graduação.

Einstein costumava ter várias ideias de pesquisas e de possíveis teorias que eram vistas como impossíveis de estarem certas. Não era considerado um físico e matemático muito focado nem inteligente. Entretanto, mesmo sendo totalmente desacreditado por seus professores e alguns familiares, Einstein não desistiu, e a sua incansável persistência o levou a conquistar o Prêmio Nobel da Física, em 1921, além de ser consagrado o mais memorável físico de todos os tempos. Enquanto todas duvidavam do que ele dizia, ele estava revolucionando o mundo da física com sua capacidade de “ir além”.

Como Einstein costumava dizer: “Há duas formas para viver a sua vida. Uma é acreditar que não existe milagre. A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre”. Ele também declarou: “Eu tentei 99 vezes e falhei, mas na centésima tentativa eu consegui. Nunca desista de seus objetivos. Mesmo que eles pareçam impossíveis, a próxima tentativa pode ser a vitoriosa.”

Foto: Reprodução

Todos nós temos histórias para contar. Além do combate pessoal com sua própria mentalidade, existirão pessoas que não acreditam em você, fortalecendo a sua mente limitante e até criando em você uma mentalidade fixa de que você é incapaz, você não leva jeito, você não é tão bom. A pergunta é: qual pensamento você vai alimentar? Qual voz você irá permitir entrar na sua mente?

Veja exemplos de pessoas que tinham tudo para parar, mas, por seguirem a intuição de uma mentalidade de crescimento, alcançaram e venceram.

E você, tem alimentado qual pensamento para trilhar a jordana da sua vida?






Você pode gostar