Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

6/9, o Dia do Sexo

Saiba o que fazer para ter uma vida sexual mais prazerosa

Por Lu Miranda 06/09/2023 3h44
Arte: Lu Miranda

Sexo deveria ser gostoso para todo mundo, porém, não é assim que acontece por aí. Ansiedades, inseguranças quanto ao corpo ou performance, traumas por experiências passadas, medos e culpa para dar e vender são coisas que sufocam demais o prazer, que deveria estar transbordando em gostosura e intimidade.

Na semana passada, escrevi sobre a importância de cuidar da saúde mental quando se pretende ter uma saúde sexual saudável e prazerosa. Hoje, me aproveitarei do Dia do Sexo para dar dicas de como administrar melhor essas ansiedades e inseguranças. Bora lá?

Primeiramente, é absolutamente necessário entender que existe, sim, espontaneidade sexual. Todavia, quão mais se investe em maneiras de mantê-la, maiores as chances de sentir segurança sobre algumas questões — e segurança tem tudo a ver com tesão.

Entendendo isso, fica o questionamento: você se reconhece uma pessoa insegura e/ou ansiosa? Pergunto isso porque só conseguimos compreender aquilo que conhecemos, e ignorar as ansiedades pode dificultar o processo de entendimento da situação e, consequentemente, de resolução. Mas já te adianto que, num mundo caótico como o nosso, tem sido quase impossível não ser inseguro ou ansioso.

Mas, prosseguindo…

Após o reconhecimento em relação à pergunta acima, é importante acolher a ideia de que nossas inseguranças sempre irão existir, mas que ter informação de qualidade e conhecimento sobre as coisas pode diminuir nossas inseguranças e ansiedades, normalmente vinculadas a um receio futuro, incerto. Dito isso, segue a primeira dica:

Administre aquilo que você pode

Escolha uma música que ajude no clima, dando preferência àquela que sua parceria já demostre alguma animação sexual; use algum cheirinho gostoso para colocar no local, como essência ou o próprio perfume que a pessoa usa quando quer se sentir empoderada; prefira luzes indiretas, normalmente elas são mais acolhedoras e aconchegantes — você pode optar por abajur ou velas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Tenha por perto óleo de massagem, lubrificantes, camisinhas e, caso se sinta à vontade com sua parceria, brinquedinhos, filmes e jogos eróticos.

Quando se pensa antecipadamente em algo assim, você se prepara emocionalmente, não sendo pego de surpresa. Ou seja, de alguma forma você está administrando sua expectativa, diminuindo, então, sua capacidade de se frustrar.

Continua ansioso? Observe sua respiração. Quando estamos ansiosos, o nosso corpo aumenta o hormônio do estresse, colocando nosso sistema fisiológico numa situação de luta ou fuga, absolutamente contrário àquilo que se quer numa vida sexual, né?! Comandar nossa mente a voltar ao presente é absolutamente necessário. Como? Uma alternativa é focar no presente, ou seja, naquilo que você pode administrar, como citei acima.

Segunda dica:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Crie repertório e experimente

Atualmente, prezar por informação de qualidade é muito relevante. Documentários, podcasts, filmes, audiobooks, colunas em portais jornalísticos como este… o que não dá é escolher ser ignorante — pelo menos não sobre algo que afeta tanto a nossa saúde mental.

Não sabe por onde começar? Confira abaixo algumas sugestões e dê o primeiro passo. Quer outras indicações? Me manda mensagem no Instagram: @lumirandasexologa.

Aproveite e divirta-se.

*O texto e as dicas valem tanto para pessoas solteiras quanto para aquelas em qualquer modelo de relacionamento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Indicações

Documentários:
Fundamentos do Prazer | Amor e Sexo Pelo Mundo

Podcasts:
Sexoterapia | Bom Dia, Obvious

Livros:
Como Pensar Mais sobre Sexo | Relacionamentos (The School of Life)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar