Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Coluna Marcelo Chaves

Triste adeus, sempre unidas, mobilidade pós-pandemia e vacina por quê?

Por Marcelo Chaves 17/05/2021 10h00

MENU

Marcado para amanhã, dia 18, o lançamento do novo cardápio do restaurante L’Alcofa, na Pousada Inácia, em Alto Paraíso, Goiás. Os chefs Marcelo Riella e Wesley Barbosa são os responsáveis pelo cardápio do jantar. Entre os convidados do encontro estão Liana Sabo, Claudia Meireles, Marcela Oliveira, Sueli Maestri, Leonardo Resende e Hendy Miranda.

OBRIGADO

A coluna agradece ao Núcleo Brasília de Decoração – NDB, presidido pela empresária Daniela Silva, pelas 30 cestas básicas enviadas ao Jornal de Brasília para a campanha do JBr do Bem em parceria com o Projeto Amor a Mais, em favor dos familiares de pacientes carentes internados no Hospital Regional de Ceilândia. A entrega está prevista para acontecer ainda esta semana.

A advogada Jéssica Lobo e a mãe, a também advogada Carla Lobo, estão unidas na profissão e agora nas causas sociais

TRISTE ADEUS

Será hoje, às 11h, no cemitério Campo da Esperança, na Asa Sul, o sepultamento do professor de Estética Avançada, influenciador digital e farmacêutico Lucas Tiago (fotos), 33 anos. Lucas morreu no último sábado, dia 15, no Hospital Regional de Santa Maria, onde atuava. Ele foi encontrado sem vida em um dos banheiros do hospital, onde estava de plantão.

O corpo passou por autópsia no Instituto Médico Legal (IML), o que promete revelar a causa do óbito, que deixou amigos e familiares chocados. Em conversa com a coluna, a mãe de Lucas, Sueli Santos, se mostrou indignada com a postura do Hospital Regional de Santa Maria, onde o filho trabalhava, por não ter avisado a família sobre o ocorrido. Ela foi saber por terceiros.

Lucas tinha um trabalho social intenso na cidade. Mensalmente ele na companhia de amigos fazia a arrecadação de alimentos não perecíveis e produtos de higiene para pessoas carentes. Por várias ocasiões ele fez doações de cestas básicas para o JBr do Bem, responsável pelas campanhas filantrópicas do Jornal de Brasília. A coluna se solidariza com sua família neste momento.

A PERDA…

O Brasil está de luto com a perda do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, que nos deixou ontem após perder a batalha para o câncer. Bruno esteve acompanhado nos últimos dias pela família, no Hospital Sírio-Libanês, onde esteve internado. O sepultamento foi ontem mesmo, no Cemitério do Paquetá, em Santos, sua cidade natal.

…DE…

Em conversa com a coluna, ontem, logo após a notícia ser divulgada por veículos de comunicação e pelas redes sociais, a namorada de Bruno, a advogada brasiliense e voluntária de obras sociais, Tayane Dalazen, filha do ex-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro João Oreste Dalazen, disse estar devastada e muito abalada com o ocorrido.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

…UM LÍDER

“Eu agradeço por ter tido a sorte de conhecê-lo. Ele era uma pessoa iluminada, de riso fácil, e de força e determinação inigualáveis. É difícil acreditar que ele nos deixou tão cedo. É um dia triste não apenas para a família e para os amigos, mas para o país, que perdeu um líder íntegro e dedicado”, disse Tayane.

VACINA POR QUÊ?

“Tomar a vacina contra a covid-19 é a melhor maneira de proteger sua saúde, e também a de seus familiares e outras pessoas com quem tem contato. A fé e a ciência salvarão vidas neste triste momento que vivemos.” Guilherme Campelo, advogado.

MOBILIDADE…

A pandemia de covid-19 continua refletindo e transformando os hábitos em vários setores da sociedade, entre eles o de mobilidade urbana. Segundo o estudo Mobility Futures 2021: The Next Normal, lançado pela Kantar, o volume de viagens para trabalho, lazer ou para chegar a alguma instituição de ensino caiu 30% entre 2019 e 2020 globalmente.

…PÓS-PANDEMIA

Em São Paulo, as viagens em geral foram reduzidas em 29% e os deslocamentos por conta de trabalho em 32%, mesmo número de Munique, na Alemanha. O transporte público foi a modalidade que mais sofreu impacto e teve redução global de 5,6% em volume de viagens. A necessidade de trabalhar e estudar remotamente tem sido maior.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fotos: Arquivo Pessoal






Você pode gostar