Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Como será que a torcida do Palmeiras vai “digerir” mais essa conquista de Dona Leila?

Se for campeão, o Verdão será o terceiro time a ganhar o bicampeonato. Aconteceu três vezes antes, com o São Paulo (2006/07); o Cruzeiro (2013/14); e com o Flamengo (2019/2020)

Por Marcondes Brito 30/11/2023 7h40
Reprodução/Twitter-X

O Botafogo liderou o Campeonato Brasileiro da 3ª até a 33ª rodada; ficou à frente entre 29 de abril e 11 de novembro, quando o Palmeiras – que esteve sempre por perto como vice-líder – assumiu o topo da tabela, na 34ª rodada.

Agora, depois de golear o América no Allianz Parque, o Verdão está com a mão na taça e pode ser campeão no próximo domingo, se ganhar do Fluminense; e Botafogo, Flamengo e Atlético-MG não vencerem Cruzeiro, Cuiabá e São Paulo, respectivamente.

O time de Abel Ferreira terminaria a 37ª rodada com 69 pontos, enquanto os concorrentes teriam no máximo 64, a uma distância que não seria possível alcançar com apenas mais um jogo a ser disputado.

Isso pode acontecer? Claro que sim. O Palmeiras soube aproveitar o “derretimento” do Botafogo no returno e, com uma campanha consistente,  agora já não depende mais de ninguém.

Se confirmar mais esse título, o Palmeiras será o terceiro time brasileiro a ganhar o bicampeonato seguido na era dos pontos corridos. Aconteceu três vezes antes, com o São Paulo (2006/2007); com o Cruzeiro (2013/2014); e com o Flamengo (2019/2020)

Não precisa ser um estudioso em administração para saber que isso tem tudo a ver “gestão”. Juvenal Juvêncio, no Tricolor;  Gilvan de Pinho Tavares, na Raposa; e Rodolfo Landim, no Mengão, são reverenciados até hoje por essas conquistas.

E no Palmeiras, a presidente Leila Pereira também será reconhecida pela sua gestão? A impressão que se tem é que a torcida não gostaria nem de entregar a faixa pra elas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inacreditável, né não? Talvez eles preferissem alguém como Duílio Monteiro Alves. Desde que fosse homem…

Acompanhe as atualizações da coluna “Futebol Etc” nas redes sociais, no Twitter e também no Instagram.






Você pode gostar