Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Sete dicas para incentivar seus alunos a ler

O que você faz quando os alunos simplesmente não querem ler?

Por Philip Ferreira 12/07/2023 10h36
Foto: RF Studio/Pexels

O ABC pode parecer um conceito fácil, mas o amor pela leitura é muito mais complicado. Ler é uma habilidade essencial que pode beneficiar os alunos de várias maneiras, aprimorando comunicação, habilidades cognitivas, pensamento crítico e crescimento emocional.

Infelizmente, no mundo acelerado de hoje, muitos alunos lutam para desenvolver hábitos de leitura. Seja por distrações da tecnologia, falta de interesse ou agendas lotadas, eles estão se impedindo das aventuras sem fim que um livro, por exemplo, oferece. 

Como professor, incentive crianças, adolescentes e jovens a ler o máximo possível para melhorar seu desempenho acadêmico e prepará-los para o sucesso futuro. O sucesso do aluno depende de sua capacidade de aprender e se tornar alfabetizado, e não é nenhum segredo que a principal maneira de fazer isso acontecer é lendo todos os dias.

Mas o que você faz quando os alunos simplesmente não querem ler? Aqui estão sete dicas:

1. Modele bons hábitos de leitura

Você desempenha um papel crucial na modelagem de bons hábitos de leitura para os estudantes. Ao demonstrar seu amor pela leitura e torná-la uma parte visível de sua sala de aula, você pode incentivar os discentes a seguirem seu exemplo. Além disso, não se esqueça de compartilhar suas experiências, recomendar livros e participar de atividades com seus alunos.

Portanto, afaste-se desse computador, pegue seu próprio livro e leia em silêncio enquanto seus alunos estão trabalhando em uma tarefa.

2. Torne a leitura agradável

Uma das principais razões pelas quais os alunos podem não gostar de ler é que eles a veem como uma tarefa árdua ou um castigo. A leitura deve ser divertida e emocionante! Experimente algumas dessas técnicas:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
  • Crie uma biblioteca em sua sala de aula com material de leitura em diferentes níveis;
  • Prepare um local confortável para os alunos lerem;
  • Faça uma festa de “degustação de livros”, onde todos possam folhear diferentes exemplares pela sala;
  • Tente convidar convidados especiais para entrar e ler para os alunos;
  • Faça listas de sugestões de livros acessíveis.

3. Ofereça uma variedade de materiais

Os alunos têm interesses muito, muito variados. Nem todos curtem os mesmos gêneros, e tudo bem! Forneça uma variedade de materiais de leitura em diferentes formatos e gêneros para que todos possam encontrar algo que lhes ‘prendam’. Além disso, certifique-se de oferecer livros em alguns outros idiomas, mesmo que tenham dificuldade para ler em inglês, por exemplo. Os materiais de leitura digital podem ser facilmente acessados ​​on-line para garantir que a biblioteca de sua sala de aula atenda a todos os alunos. 

4. Defina metas individuais e coletivas

Definir metas de leitura para seus alunos pode ajudá-los a desenvolver um sentimento de realização e incentivá-los a ler mais. Estabeleça metas divertidas! Você pode rastrear o número de livros ou páginas para ler em um mês, trimestre ou ano acadêmico. Além das metas individuais, estabeleça uma meta de classe e faça do tempo de leitura uma prioridade, não algo que seja frequentemente negligenciado ou esquecido durante o agitado dia escolar.

5. Ofereça recompensas

Os incentivos podem ser uma maneira eficaz de incentivar os alunos a ler. Você pode oferecer recompensas como marcadores, tempo livre ou almoço com o professor para os alunos que atingirem suas metas de leitura ou mostrarem melhora em suas habilidades. Seja criativo nesta área, mas envolva a todos para obter ideias. Quanto mais conectados eles se sentirem, mais vão querer participar.

6. Envolva os membros da família

Certifique-se de envolver as famílias de seus alunos em casa. Faça com que os hábitos de leitura se tornem maiores do que a sua sala de aula. Tome conhecimento dos compromissos dos responsáveis ​​para ajudar a criar e modelar estes hábitos e, em seguida, celebre aqueles que o seguiram. Buscar uma parceria com os responsáveis ​​é fundamental. E lembre-se de convidar os avós e a família alargada para fazer parte da jornada de leitura – ler antes de dormir pode ser muito divertido!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

7. Crie uma cultura de leitura positiva

Criar uma cultura de leitura positiva na sala de aula pode incentivar seus alunos a ler. Tente exibir pôsteres ou citações sobre leitura, dedicando um quadro de avisos para mostrar as resenhas de livros dos alunos ou organizar eventos de leitura, como clubes do livro ou visitas de autores. Dê às crianças chances de participar de tudo isso. Ao tornar a leitura uma atividade positiva e comemorada, ela pode estimular o amor pela leitura em seus alunos muito depois de eles saírem de suas carteiras.

Bônus: alcance da comunidade

Os programas de alcance comunitário podem desempenhar um papel vital no incentivo à leitura e na promoção da alfabetização. Bibliotecas, escolas e centros comunitários podem servir como locais excelentes para tais programas. Além disso, a parceria com empresas locais, instituições culturais e organizações sem fins lucrativos pode ajudar a expandir o alcance e o impacto dessas iniciativas. 

Efeitos de longo alcance

A leitura é uma porta de entrada para infinitos conhecimentos e possibilidades. Incentive seus alunos a ler e cause um impacto duradouro em seu sucesso acadêmico e desenvolvimento pessoal. Promover o amor pela leitura e a aprendizagem ao longo da vida capacitará os indivíduos e fortalecerá as comunidades nos próximos anos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar