Educar é ação

4 dicas para fornecer feedback matemático rigoroso durante o aprendizado remoto

Por Philip Ferreira 20/02/2021 4h34

Quando mudamos para o aprendizado remoto no ano passado, muitos professores de matemática se sentiram perdidos. Com tudo acontecendo no computador, não tinham como dizer aos alunos para “mostrar seu trabalho”. Umas das grande dificuldade foi em saber que feedback dar e não saber como ajudar quando os alunos errassem em uma pergunta.

 Aqui estão as quatro coisas que podem ajudar aos alunos e professores:

1. Encontre uma maneira de ver os alunos pensando e dando feedback

Adoro que os alunos trabalhem com lápis e papel. Na matemática do ensino médio, simplesmente faz sentido. Infelizmente, com tantas ferramentas online, tudo o que vemos é a parte menos interessante de seu trabalho: a resposta.

Quando não vemos o trabalho que os alunos fizeram para gerar suas respostas, perdemos todas as partes interessantes que fazem o aprendizado acontecer: os equívocos, algoritmos, modelos e anotações.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ideal é coletar fotos de trabalhos de lápis e papel dos alunos durante as aulas. Depois de ver o trabalho dos alunos no papel, você pode marcar o local exato onde deseja que eles revisem seus trabalhos, assim como faria na aula.

2. Como mudar de feedback remoto bom para ótimo? Torne-o pessoal.

Acompanhe o maior número possível de alunos individualmente no momento, bombardeando-os com comentários positivos para aumentar a confiança dos alunos e fazer com que se sintam valorizados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quando os alunos sabem que o professor está reservando um tempo para analisar consistentemente seu trabalho como um indivíduo, eles se esforçam mais. É importante fazer referência às vitórias anteriores, reconhecer as realizações e elogiar consistentemente o esforço do aluno. O forte feedback acadêmico cria relacionamentos e motiva os alunos.

3. Fale sobre o trabalho do aluno como uma classe

Uma coisa que faço para aumentar o rigor é pedir aos alunos que olhem o trabalho uns dos outros e o tornem melhor juntos. Eles podem aprender uns com os outros errando. Os alunos podem aprender diferentes “truques” observando diferentes maneiras de resolver o problema. Eu também acho que isso desperta o engajamento de alunos relutantes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Depois de selecionar um trabalho para compartilhar, coloque em um slide e compartilhe com todos. Em primeiro lugar, dê um tempo para pensar e uma pergunta para parar sobre o exemplo de trabalho apresentado. Então, ligue para 3 a 5 alunos para responder ao trabalho dos alunos que foram mostrados. Marque o trabalho em tempo real.

Acho que essas discussões vão muito melhor quando fornecemos quaisquer “gráficos de referência” que normalmente colocaria nas paredes da sala de aula, junto com o trabalho do aluno. Se houver determinado vocabulário ou frases acadêmicas que deseje que eles usem em suas respostas, coloque-as ao lado do slide.

4. Feche o ciclo exigindo revisões

Este processo de revisão mostra o crescimento do trabalho dos alunos, aproximando-se o mais possível do ciclo presencial de feedback e revisão, mas não à distância.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os alunos ficarão mais engajados quando você acompanhar os envios de trabalhos e se esforçar para apoiá-los no processo de correção de seus trabalhos. Uma ótima coisa que você pode fazer aqui é aumentar o tempo de tutoria em sala de aula que ajude os alunos a concluir suas revisões no trabalho.

O engajamento torna esse fluxo de trabalho simples, enviando o trabalho de volta para revisão, mas existem várias maneiras de fazer isso que fecham a lacuna no aprendizado.

Se você experimentar essas dicas, me avise!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE





Você pode gostar