Menu
Do Alto da Torre
Do Alto da Torre

Petrobras vai explorar, sim, margem equatorial

Apesar da resistência da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, o Brasil vai, sim, explorar o petróleo da costa amazônica

Eduardo Brito

20/05/2024 18h45

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Coube a quem menos se esperava, o ex-secretário executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli, antecipar a informação que toda a área econômica aguardava com ansiedade. Apesar da resistência da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, o Brasil vai, sim, explorar o petróleo da costa amazônica.

Com a autoridade de presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, Cappelli avisou nesta segunda-feira 20, que “a nova chefe da Petrobras já pediu a Lula intervenção para explorar petróleo na foz do Amazonas: a empresa francesa Total está explorando petróleo na Margem Equatorial no Suriname, as norte-americanas Exxon e Chevron estão explorando na Margem Equatorial na Guiana e só o Brasil não pode?”.

A presidente da Petrobras está certa. Precisamos desenvolver o Brasil e gerar empregos. Para Cappelli, após alertar que “eu confio na Petrobras e eu confio na presidente Magda”. Além disso, a empresa é referência mundial na exploração em águas profundas e na proteção ambiental. A exploração do petróleo na Margem Equatorial gerará, sim, empregos e desenvolvimento para o Brasil.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado