Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Do Alto da Torre

“Não dá”

Organizadores cobraram, ontem, o PT e outros partidos de esquerda por não terem se esforçado na ida à mobilização

Hylda Cavalcanti e Catarina Lima
[email protected]

A deputada distrital Arlete Sampaio (PT) foi uma das primeiras parlamentares do DF a se posicionar sobre as manifestações realizadas domingo contra Bolsonaro e a baixa adesão de militantes a esses eventos. Organizadores cobraram, ontem, o PT e outros partidos de esquerda por não terem se esforçado na ida à mobilização.

Aventura – “Não dá para participarmos de atos protagonizados por grupos de direita que todo o tempo assacam acusações e mentiras contra o PT. “Nem Bolso nem Lula…nem Ciro”, já disseram. “O PT é contra o impeachment” é outra mentira. Entraram numa aventura e agora querem entrar noutra”, ressaltou a distrital, por meio de suas redes sociais.

Emenda

O deputado distrital João Cardoso (Avante) destinou recentemente R$ 200 mil em emenda parlamentar para a conclusão do galpão multiuso da unidade feminina da Fazenda da Esperança Santa Bakita – Organização Não-Governamental (ONG) localizada em Brazlândia (DF).

Reinserção – Conforme ele explicou, a iniciativa dará condições à entidade de intensificar seus trabalhos de recuperação e reinserção social de mulheres que buscam se libertar de vícios – principalmente, do álcool e das drogas –, nesta Região Administrativa do DF.

Terapias – Considerada a maior comunidade terapêutica da América Latina, com 141 unidades no mundo (Ásia, África, América e Europa) e presente em quase todos os Estados brasileiros, a ONG atua desde 1983 com o acolhimento de pessoas com idades entre 18 e 59 anos. Um dos diferenciais é o atendimento a gestantes e mães com filhos pequenos.

No Podemos

Filiado ao Podemos desde 2019, o senador José Antônio Reguffe (Podemos-DF) está estimulando, dentro do partido, a discussão para que se construa tanto um nome para terceira via nas eleições presidenciais de 2022 como também para que a sigla passe a fazer oposição ao presidente Jair Bolsonaro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Independência – Na última semana, enquanto vários partidos confirmaram formalmente apoio ao impeachment de Bolsonaro, o Podemos anunciou que não apoiará o processo e permanecerá como uma sigla independente. Essa posição desagradou a vários integrantes da Executiva Nacional da legenda.

Fórum

Começa hoje, em Brasília, a sétima edição do Fórum Nacional dos Secretários de Esportes, que discute políticas públicas para o setor. Esta será a primeira reunião após as olimpíadas e paralimpíadas de Tóquio, motivo pelo qual está prevista uma avaliação da participação do país nos dois eventos, assim como articulação de novas ações conjuntas.

Agenda – Também faz parte da programação a eleição e posse do novo presidente do grupo. A agenda dos secretários inclui audiências na Câmara e no Senado com vários parlamentares – em especial, o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL) e o presidente da Comissão do Esporte, Felipe Carreras (PSB-PE).

De perto – Além de receber todo o apoio da secretaria de Esporte do DF, o Fórum terá suas atividades acompanhadas de perto pela deputada federal Celina Leão (PP-DF), que foi titular da pasta até dezembro do ano passado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Futuro

Ex-secretário de Educação do Distrito Federal, o professor Rafael Parente tem se apresentado em vários lugares como pré-candidato do PSB ao GDF no próximo ano. Ele programou um encontro virtual, na próxima sexta-feira (17), nas suas redes sociais, para discutir o futuro do DF.

Participantes– Dentre os políticos que confirmaram presença no debate estão os ex-governadores Cristovam Buarque (DF), Rodrigo Rollemberg (DF), Paulo Hartung (ES) e Antônio Britto (RS). Já dentre ex-ministros, participarão do encontro Claudia Costin, Ricardo Henriques, Raul Jungman, Pedro Parente e Hussein Kalou.

Inscrições

Instituições que atuam na área educacional ou social podem se inscrever até amanhã para o curso on-line intitulado “Mais de 10 Anos de Educação em Direitos”. A iniciativa é da Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH).

Programação – Entre os temas, as aulas abordarão direitos e deveres voltados à infância, adolescência, juventude, vida adulta e idosos. No total, serão 12 encontros virtuais por meio da plataforma Zoom, sempre às quintas-feiras, de 10h às 11h30min, a partir do dia 23 de setembro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Precauções– Segundo a defensoria, também serão tratadas questões como o enfrentamento à violência, prevenção ao superendividamento e combate aos golpes bancários, digitais e nos planos de saúde. A proposta é que as entidades participantes possam retransmitir os conteúdos para alunos e professores das instituições.

Aprovação

A Comissão de Desenvolvimento Econômico da Câmara Legislativa do DF (CLDF) aprovou por unanimidade, ontem, as indicações de Walid Sariedine e José Fernando da Silva, respectivamente, para presidência e vice-presidente da Junta Comercial, Industrial e Serviços do DF (Jucis-DF).

A primeira – Na reunião, Seriedine, que foi reconduzido ao cargo, fez um balanço do órgão e contou que este saiu da última para a primeira posição em termos de celeridade em comparação às juntas dos outros estados. Segundo ele, atualmente, o tempo médio para abertura de uma empresa na Jucis-DF é de 1 dia e 11 horas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Concurso

Os parlamentares ficaram satisfeitos e elogiaram os trabalhos, mas também cobraram a realização de um concurso público para o órgão. Segundo admitiu o próprio presidente, 93% dos 89 servidores de lá possuem cargos de livre nomeação (mais conhecidos como cargos de confiança).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No Guará – Audiência pública remota realizada ontem pela CLDF discutiu o projeto de lei 1.462/2021, que reconhece a Feira do Guará como de relevante interesse cultural, social e econômico do Distrito Federal. O evento contou, além da participação dos distritais, com a presença de comerciantes da área e representantes políticos locais.

Patrimônio

Para o autor do texto, deputado Rodrigo Delmasso (Republicanos), a ideia é proteger o espaço como patrimônio e assustar o que chamou de “fantasma da privatização”, que de vez em quando chama a atenção dos comerciantes.

Proteção – Já a administradora regional do Guará, Luciane Quintana, disse que a matéria não apenas trará proteção para a Feira, como também valorizará a economia da cidade. Aprovado em duas comissões, o projeto aguarda tramitação na Comissão de Constituição e Justiça.






Você pode gostar