Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Do Alto da Torre

Modelo

Piauí se inspira em uma lei de autoria de Jorge Vianna, garante o descanso digno aos profissionais de enfermagem do estado

Hylda Cavalcanti e Catarina Lima
[email protected]

O deputado distrital Jorge Vianna (Podemos/foto) está feliz da vida. É que foi sancionada no Piauí uma lei que garante o descanso digno aos profissionais de enfermagem do estado, inspirada na lei distrital 6.814/2021, de sua autoria. A norma torna obrigatória a instalação de sala de descanso nos hospitais públicos e privados.

“Reconhecimento”
“É muito bom ver que o meu trabalho no DF tem inspirado outros políticos a valorizarem os profissionais de saúde. É isso mesmo que quero: que a enfermagem do Brasil seja reconhecida pelo seu valor e importância para a sociedade. Considero essa lei do Piauí uma grande vitória”, destacou Vianna.

Cartão gás

O GDF enviou à Câmara Legislativa do DF (CLDF) segunda-feira, projeto de lei que prevê a criação do programa “Cartão Gás”. Com duração de 18 meses, o benefício possibilita que as famílias em situação de vulnerabilidade recebam auxílio financeiro de R$ 100 do governo para comprar botijão de gás.

Acolhimento
O programa é destinado a famílias com renda per capita de até meio salário mínimo (R$ 550) e inscritas no Cadastro Único para programas sociais do governo. Os participantes devem residir no DF e não se encontrar em situação de rua ou acolhimento institucional coletivo.

Parklets

Com a volta dos trabalhos legislativos, o deputado distrital Reginaldo Sardinha (Avante) pretende atuar para dar seguimento à tramitação do projeto de lei que permite a criação de áreas de lazer e convívio em meio às calçadas, conhecidas como parklets, pela capital.

Interação
De autoria de Sardinha, o texto acentua a importância dessas zonas de interação pelo DF. “A população de Brasília demanda por espaços públicos de qualidade para que possam usufruir do ambiente urbano. A intenção é criar ambientes mais amigáveis para pedestres e ciclistas, melhorando a qualidade do espaço público”, frisou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mudança
“Nos parklets podem haver bancos, mesas, palcos, lixeiras, estacionamento de bicicletas, pontos de Wi-Fi e recarga dos dispositivos móveis, entre outros. Eles permitem que a rua seja prioritariamente utilizada pelas pessoas, e não pelos carros, uma mudança interessante para Brasília”, acentuou ainda.

Quadras

O deputado distrital Rodrigo Delmasso (Republicanos) comemorou a sanção da lei de sua autoria que determina a participação da sociedade civil na revitalização das quadras do DF. As melhorias serão feitas em parceria com associações de moradores, prefeituras comunitárias, conselhos comunitários e cooperativas habitacionais.

Revitalização
São contemplados pela legislação serviços como jardinagem, roçagem, manutenção de pontos de encontro, quadras poliesportivas, parques e demais instalações de uso comunitário. “O crescimento populacional exige do poder público uma melhoria na qualidade dos serviços públicos e na manutenção nas cidades”, disse Delmasso.

Abalado
O secretário de Projetos Especiais do Distrito Federal, Roberto Andrade, ficou bastante abalado quando soube da morte, ontem, do ex-ministro do Interior, ex-governador de Pernambuco e ex-deputado federal Joaquim Francisco. Andrade foi secretário de várias das suas gestões e comandou muitos projetos capitaneados por ele.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Trajetória
“Joaquim fez parte de toda a minha trajetória. Guardo comigo muito aprendizado com seus ensinamentos, convivência estreita e experiência de vida. Sempre foi um homem extremamente culto, leal e antenado com tudo o que acontece no mundo. Seu falecimento representa imensa perda para a política de um modo geral”, destacou.

IBGE

Dados do IBGE terminaram ajudando Brasília a conseguir maior número de doses de vacinas contra a covid nas últimas semanas. Apesar do pleito ter sido objeto de várias tratativas de parlamentares da bancada do DF com o Executivo Federal, o senador José Reguffe (Podemos) contou que o que pesou mesmo foi um levantamento do instituto.

Explosão
Isto porque, nas suas pesquisas mais recentes, o IBGE constatou que Brasília sofreu uma explosão populacional muito forte e passou a figurar entre as três maiores cidades do Brasil. Essa estimativa ajudou na atualização das previsões feitas pelo Plano Nacional de Imunização, que não levaram em conta tal informação anteriormente.

Em setembro

Apesar do retorno de vários órgãos dos três Poderes ao trabalho de forma presencial esta semana, no STF as atividades nesse padrão só serão reiniciadas a partir de setembro. Por meio de nota, o Tribunal disse ter levado em conta o fato do calendário de vacinação para maiores de 30 anos ter sido iniciado há poucos dias para a decisão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Distantes
O presidente do STF, ministro Luiz Fux (foto), também solicitou aos ministros que orientem os funcionários lotados em seus gabinetes que ainda não tenham recebido pelo menos uma dose da vacina, para que não atuem no plenário da Casa durante as sessões, neste primeiro momento do semestre, ficando um pouco mais distantes.

Convocação

A deputada federal Erika Kokay (PT-DF) teve atuação forte, ontem, na reunião da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (Cetasp) da Câmara que resultou na aprovação da convocação do ministro da Defesa, Walter Braga Netto, ao colegiado.

‘Explicações’
Os deputados querem que Braga Netto fale sobre declarações e informações que deu, divulgadas nas últimas semanas, interpretadas como ameaças à democracia e às eleições de 2022. “Não vamos nos curvar aos autoritários de plantão. Ele tem que vir aqui e se explicar”, pediu a deputada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Casamentos

Apesar da data tradicional ser maio, agosto também pode ser um bom mês para as noivas e noivos. Terminam hoje as inscrições para o 2° casamento comunitário a ser realizado pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) do DF. Os interessados precisam se inscrever com apresentação de todos os documentos exigidos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Direitos civis
Conforme informou a Sejus, o padrão utilizado para a seleção dos casais é realizada por critérios socioeconômicos, de modo a manter “o direito à convivência familiar, a garantia dos direitos civis e a consolidação do núcleo básico de acolhida, convívio, autonomia, sustentabilidade e protagonismo social”.






Você pode gostar